Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/55164
Author(s): Alex F. de Araújo
Aledir Silveira Pereira
Norian Marranghello
João Manuel R. S. Tavares
Title: Segmentação de lesões de pele em imagens usando métodos de suavização anisotrópica, crescimento de regiões e contornos ativos
Issue Date: 2010
Description: O processamento e a análise computacional de imagens adquiridas por sistemas de imagem médica tem proporcionado o surgimento de várias soluções para auxiliar de forma mais rápida e eficiente os especialistas médicos no diagnóstico de doenças e no seguimento das mesmas ao longo do tempo. Como exemplo, tem-se o processamento e análise de imagens de lesões de pele, que vem ganhando relevância devido à elevada importância do seu diagnóstico adequado e precoce. Frequentemente, para o diagnóstico destas lesões a partir de imagens, os dermatologistas utilizam-se da regra do ABCD: trata-se de considerar no seu diagnóstico a assimetria (A), a irregularidade da borda (B), a variação interna da coloração (C) e o diâmetro da região da possível lesão (D) [3]. Assim, pode-se usar técnicas de processamento de imagem para segmentar as bordas de tais regiões e extrair as suas características de diagnóstico usando técnicas de análise de imagem e deste modo auxiliar o especialista. Diante disso, propõe-se neste trabalho, um procedimento de segmentação de imagens de lesões de pele, através da utilização de métodos de suavização anisotrópica e de crescimento de regiões, para pré-processar as regiões a serem segmentadas e extrair aproximações iniciais dos seus contornos, e de contornos ativos, para obter os contornos finais dessas regiões por refinamento das aproximações iniciais respeitando a rugosidade original dos mesmos. O método de crescimento de região usado foi o algoritmo de quadtree [2], adotando a média da intensidade de cor como parâmetro de controle do crescimento. Este algoritmo divide recursivamente cada quadrante da imagem original, tomando como entrada a imagem inteira, até que a média da intensidade de cor dos pixels de cada área seja menor do que o limiar retornado pelo método de binarização de Otsu [2, 4]. Na sequência, une-se as regiões semelhantes, separando as partes associadas a possíveis lesões das associadas a pele saudável. A curva exterior das regiões agrupadas possui a mesma topologia da borda da provável lesão de pele, devendo ser refinada para envolver corretamente a região de pele doente e representar adequadamente a sua rugosidade. Para realizar o refinamento da curva inicial usa-se o método de contornos ativos [3]. Resultados experimentais, mostram que esta abordagem computacional é capaz de detectar automaticamente as regiões de possíveis lesões de pele e extrair os seus contornos, mantendo adequadamente a sua rugosidade e irregularidade originais.
Subject: Processamento de imagem, Engenharia mecânica
Image processing, Mechanical engineering
Scientific areas: Ciências da engenharia e tecnologias::Engenharia mecânica
Engineering and technology::Mechanical engineering
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/55164
Source: CNMAC 2010
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FEUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
63116.pdfArtigo597.77 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons