Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/358
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorEdno José Bozoli Junior
dc.creatorOsvaldo Severino Junior
dc.creatorJoão Manuel Ribeiro da Silva Tavares
dc.date.accessioned2019-01-31T12:09:08Z-
dc.date.available2019-01-31T12:09:08Z-
dc.date.issued2007
dc.identifier.othersigarra:55393
dc.identifier.urihttps://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/358-
dc.descriptionO reconhecimento de pessoas por meio da íris tem sido bastante promissor nas últimas décadas, uma vez que a mesma apresenta características únicas e bastante relevantes. Uma dessas características é a existência de um tecido que aparenta dividir a íris em forma radial, que recebe esta forma permanente no oitavo mês de gestação e não sofre nenhuma influência genética; tal, significa que mesmo os gémeos idênticos têm íris diferentes. A íris, também, não está sujeita aos efeitos do envelhecimento, tornando-a um identificador estável e seguro, [1].Este trabalho propõe um novo método para a segmentação da íris em imagens. O método, inicialmente identifica o centro e o raio da pupila, com uso de filtros morfológicos de abertura e de fecho, [2]. Após esta identificação, utilizando os valores de cores padrão referentes à área da pupila, captura a região inferior correspondente à íris e extraem-se características de textura utilizando-se a transformada de wavelets.Para validação da metodologia proposta consideraram-se cinco aplicações com diferentes níveis de iluminação: a primeira, com imagens originais constituídas do banco CASIA; a segunda, com as imagens segmentadas; a terceira, com as imagens segmentada utilizando a transformada de wavelets na horizontal; a quarta, com as imagens segmentadas utilizando a transformada de wavelets na vertical; e a quinta e última aplicação, com as imagens segmentadas utilizando a transformada de wavelets na diagonal. Os resultados obtidos demonstram a eficiência da metodologia proposta com precisão de 75% de acerto nas imagens extraídas da região da íris, utilizando a transformada de wavelets na horizontal.
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofMétodos Numéricos e Computacionais em Engenharia
dc.rightsrestrictedAccess
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
dc.subjectEngenharia mecânica, Engenharia mecânica
dc.subjectMechanical engineering, Mechanical engineering
dc.titleESRIC - extração, segmentação e reconhecimento da íris a partir do centro da pupila
dc.typeArtigo em Livro de Atas de Conferência Internacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Engenharia
dc.subject.fosCiências da engenharia e tecnologias::Engenharia mecânica
dc.subject.fosEngineering and technology::Mechanical engineering
Appears in Collections:FEUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
55393.pdf
  Restricted Access
987.07 kBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons