Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/18525
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMota, Margarida Maria Pereira Soarespt_PT
dc.creatorMarinho, Maria de Fátimapt_PT
dc.date.accessioned2014-01-30T01:09:35Z-
dc.date.available2014-01-30T01:09:35Z-
dc.date.issued2000pt_PT
dc.identifier.other000105222pt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10216/18525-
dc.description.abstractEste estudo pretende percorrer o espaço que concilia as relações existentes entre o romance enquanto género e a história como fenómeno capaz de ser textualmente representada. A questão sobre a qual pretendemos reflectir baseia-se justamente, nas relações aparentemente divergentes a nível dos objectivos desse discurso situado entre a verdade e a ficção. Parimos do pressuposto de que o romance não é um texto que enquanto ficção se aproxima do histórico porque se serve de informações verídicas que poderão ser objecto da história, mas um discurso que tem como princípio e fim organizar a história através do ficcional. Na parte I falaremos do romance histórico e na Parte II da leitura do discurso intertextual que fizemospt_PT
dc.languageporpt_PT
dc.publisherPorto : [Edição do Autor]pt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.source.urihttp://aleph.letras.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000105222pt_PT
dc.subjectRomance históricopt_PT
dc.titleHistória e ficção em As Terras do Risco de Agustina Bessa Luíspt_PT
dc.typeDissertaçãopt_PT
Appears in Collections:FLUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3242TM01P000078375.pdf7.77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.