Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/18117
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorNeves, Mónica Andrea de Sousapt_PT
dc.date.accessioned2014-01-30T00:52:06Z-
dc.date.available2014-01-30T00:52:06Z-
dc.date.issued2004pt_PT
dc.identifier.other000158032pt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10216/18117-
dc.description.abstractÉ geralmente aceite que o amor naliteratura europeia em língua vulgar é uma invenção do século XI; na história literária do espaço europeu este amor tem a designação de 'amor cortês'. É intenção deste trabalho investigar até que ponto o conceito de 'amor cortês' tem manifestações idênticas em regiões geograficamente distantes, tendo como base a análise dos corpora de Walther von der Vogelweide e de D. Dinis. Pretendo, desta forma analisar o discurso amoroso, o sujeito poético e a imagem da dama para assim averiguarem que medida existe ou não inovação dos dois poetas em relação à convenção. Sendo a produção lírica deste período tão rica a nível da variedade de géneros e subgéneros, optei por me centrar na poesia amorosa em que o sujeito poético tem uma voz masculina. Consciente da dificuldade de comparar dois poetas que estão afastados no espaço e no tempo, a razão da escolha dos corpora de Walther von der Vogelweide e D. Dinis como base desta análise prendeu-se com o facto de estes serem os mais profícuos e completosrepresentantes, tanto em extensão como em diversidade temática das obras, da lírica médio-alto-alemã e galego-portuguesa, respectivamente. Neste sentido, este estudo pretendeu cotejar a convenção medieval do conceito de amor nas produções poéticas dos dois autores, tendo em conta os diferentes contextos sócio-literários. Desta forma, foi possível inferir que as alterações a nível político e religioso foram determinantes na medida em que levaram a toda uma reformulação do 'modus vivendi' e da mentalidade social, o que influiu directamente no conceito de 'amor cortês', ponto central desta investigação. Propôs-se, então, algumas hipóteses para o surgimento e difusão desta lírica amorosa, verificandoa existência de um aparente código de amor assente na defesa de valores específicos como a cortesia, e fonte de bondade e de valor moral - o 'fin'amors'.pt_PT
dc.languageporpt_PT
dc.publisherPorto : [Edição do Autor]pt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.source.urihttp://aleph.letras.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000158032pt_PT
dc.subjectLiteratura cortês - Amorpt_PT
dc.subjectLiteratura alemã medieval - Poesia - Estudos críticospt_PT
dc.subjectLiteratura galaico-portuguesa - Poesiapt_PT
dc.subjectLiteratura portuguesa medieval - Poesia - Estudos críticospt_PT
dc.title"Quid sit amor" : o conceito do amor na literatura cortês : a poesia lírica médio-alto-alemã e galego-portuguesa- Walther von der Vogelweide e D. Dinispt_PT
dc.typeDissertaçãopt_PT
Appears in Collections:FLUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FLM11201P000079397.pdf8.37 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.