Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/134865
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorVilas-Boas, Gonçalo
dc.creatorSoares, Isabel
dc.creatorSilva, Jorge Bastos da
dc.date.accessioned2022-09-07T20:59:47Z-
dc.date.available2022-09-07T20:59:47Z-
dc.date.issued2021
dc.identifier.issn1645-1112
dc.identifier.othersigarra:483500
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/134865-
dc.descriptionA literatura e o jornalismo interseccionam-se de muitas maneiras distintas. Na sua produção e circulação, partilham aspetos que se prendem com um conjunto de tecnologias que têm em comum, e que vão da própria linguagem verbal aos recursos materiais da comunicação manuscrita, impressa e digital. Ao longo dos séculos, muitos autores literários têm sido jornalistas profissionais e aprendido com este ofício - e vice-versa. As publicações periódicas oferecem informação regular sobre a atividade literária, mesmo quando esta não constitui o seu objeto principal, e há diversas que se especializam no acompanhamento da escrita literária recente ou mais antiga por meio de recensões críticas, entrevistas, etc. Ao mesmo tempo, o jornalismo literário, entendido como um género específico de narrativa não-ficcional longa, ou jornalismo escrito com laivos de literatura, ganhou lugar de destaque e constituiu um cânone de autores reconhecidos, ganhando mesmo um Nobel.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.subjectLiteratura
dc.subjectLiterature
dc.titleApresentação: Polonização cruzada: literatura, jornalismo, jornalismo literário
dc.typeArtigo em Revista Científica Nacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Letras
dc.identifier.doi10.21747/2183-2242/cad44apr
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
483500.pdf107.9 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.