Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/132196
Author(s): Queirós, João
Title: Da afirmação de uma «questão urbana» à produção das primeiras respostas urbanísticas do Estado: crise sanitária, movimento higienista e estruturação do campo burocrático perspetivadas a partir do Porto
Issue Date: 2020
Abstract: This article explores the preconditions and modes of affirmation and strengthening of the role of the state in urbanism and urban intervention, taking as reference and example the case of the city of Porto, in Portugal. The sanitary crisis that follows the surge of bubonic plague observed in this city in 1899 is the motto for the development of an analysis on the relevance of the hygienist movement in the production and dissemination of a new way of envisaging the state's intervention in the city and in the structuring of the bureaucratic field that this specific historic period testifies.
Description: O presente artigo explora os antecedentes e condições de afirmação e consolidação do papel do Estado no domínio do urbanismo no final do século XIX e início do século XX, tomando como referência e ilustração o caso da cidade do Porto. A crise sanitária decorrente do surto de peste bubónica registado na cidade em 1899 é o mote para uma reflexão sobre a relevância do movimento higienista na produção e disseminação de uma nova forma de perspetivar a intervenção urbanística e habitacional do Estado na cidade e no processo de estruturação do campo burocrático português e portuense que naquele momento histórico se observará.
URI: https://hdl.handle.net/10216/132196
Document Type: Artigo em Revista Científica Nacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
442221.pdf336.49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.