Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/131804
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorJoana Isabel Baltazar Abreu
dc.date.accessioned2021-02-15T01:38:04Z-
dc.date.available2021-02-15T01:38:04Z-
dc.date.issued2020-12-15
dc.date.submitted2021-01-25
dc.identifier.othersigarra:439220
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/131804-
dc.description"Cem Anos de Coabitação" é um estudo sobre o 'habitar em comum'. O cohousing é o pretexto para a interpretação de ideias, problemas e referências em que se cruzam disciplinas e da qual resulta a exploração de uma ideia de projeto. A proposta de reflexão sobre uma forma de habitação marcada pela partilha e pela permanência dá origem a um percurso que é organizado através da distinção de escalas do habitar em cohousing. A escala do Íntimo procura relacionar o indivíduo com a comunidade tendo em conta as noções de privacidade, conforto e propriedade. Segue-se a escala do Privado que se concentra na preocupação em criar uma comunidade diversa e inclusiva. Na escala do coletivo é feita uma leitura sobre a evolução das formas de organização social e de arquitetura em que a partilha é definida pelo grau de intencionalidade de vida em comum. Por fim, a escala do Público será oportunidade para explorar o conceito de utopia associado ao problema de relação entre edifício e cidade, comunidade e sociedade. Ainda que independentes entre si, estas quatro abordagens são unidas pela perspetiva comum que tem por base a arquitetura de espaços de cohousing que contemplem a possibilidade de permanência.
dc.description.abstract"One Hundred Years of Cohabitation" is a study about 'living together'. Cohousing is the pretext for the interpretation of ideas, problems and references in which disciplines intersect and which results in the exploration of a project idea. The proposition of reflection about a form of housing identifiable by the idea of sharing and the idea of permanence gives rise to a path that is organized through the distinction of scales of living in cohousing. The Intimate scale seeks to relate the individual to the community taking into account the notions of privacy, comfort and property. The Private scale, focuses on the concern to create a diverse and inclusive community. In the Collective scale, a reading is made about the evolution of forms of social organization and architecture, in which sharing is defined by the degree of intentionality of life in common. Finally, the Public scale will be an opportunity to explore the concept of utopia associated with the problem of the relationship between building and city, community and society. Although independent from each other, these four approaches are united by their common perspective that is based on the architecture of cohousing spaces that contemplate the possibility of permanence.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.subjectArtes
dc.subjectArts
dc.titleCem Anos de Coabitação. Cohousing como solução permanente
dc.typeDissertação
dc.contributor.uportoFaculdade de Arquitectura
dc.identifier.tid202631265
dc.subject.fosHumanidades::Artes
dc.subject.fosHumanities::Arts
thesis.degree.disciplineMestrado Integrado em Arquitetura
thesis.degree.grantorFaculdade de Arquitectura
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level1
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
439220.pdfA Rotatividade Perfeita. Utopia para um cohousing duradouro26.36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.