Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/129157
Author(s): Sara Mónica Neves Sampaio
Title: A Torre e a Cidade. Um projecto para Campanhã
Issue Date: 2020-07-10
Abstract: What leads us to design a skyscraper in Porto? What would it be to design a skyscraper in Campanhã? This thesis explores the modern movement and European tradition on the subject of construction of tall structures, applied to the city of Porto, with all its particularities. The essence of the gothic cathedrals - their contextual logic within the territory - and the recent constructive progress are used as key-factors to design a skyscraper as an urban landmark. The skyscraper is glamorous; it develops the feeling of fascination, pride and wonder in people; and promotes progress. In connection with a set of cultural, social, environmental and economic dynamics, the skyscraper has the ability to reinvent and transform life of a place which is depressed and frozen in time. Although Campanhã is a place abandoned by young people, where the elderly live alone, it is also one of the areas of the city of Porto with the highest potential for transformation and with the ability to propel private investment, due to the strong accessibility that its dense transport infrastructure enables. These factors constituted the starting point for the development of a skyscraper. The strategy to concentrate construction in an area of reduced implantation results in the possibility of using the remaining area for green spaces and a new square, both of which come to integrate the system of public spaces in the city of Porto. From these, and through active engagement with sensitive dialogue, we have looked for relations with the surrounding scales, adding value to the city and to the people who live there.
Description: O que nos leva a desenhar um arranha-céus no Porto? Como será desenhar um arranha-céus em Campanhã? A presente dissertação propõe uma solução apoiada nas ideias do movimento moderno e na tradição europeia sobre a construção em altura, trazidas e harmonizadas no contexto da cidade do Porto, com todas as suas particularidades. Alia a essência das catedrais góticas - o modo de pensar na sua relação com o território - com os recentes progressos construtivos, como chave para desenhar um arranha-céus como um marco urbano. O arranha-céus concebe glamour; desenvolve nas pessoas o sentimento de fascínio, orgulho e deslumbramento; e promove o progresso. Subjacente a um conjunto de dinâmicas culturais, sociais, ambientais e económicas, o arranha-céus tem a capacidade de reinventar e transformar a vida de um local deprimido e parado no tempo. Apesar de Campanhã ser um lugar abandonado pelos jovens, onde os idosos vivem sós, é também uma das áreas da cidade do Porto com maior potencial de transformação e capacidade para 'despertar' o interesse do setor privado, pela fortíssima acessibilidade que a densa infraestrutura para transportes lhe garante. A conjugação destes fatores constituiu o ponto de partida para o projeto de um arranha-céus. Da estratégia de concentração da construção numa área de implantação reduzida, resulta a possibilidade de libertar toda a restante área do lote para a criação de uma nova praça e espaço verde que passam a integrar o sistema de espaços públicos da cidade do Porto, a partir dos quais e através de um diálogo que se pretende sensível, procurámos estabelecer relações entre as diferentes escalas em presença, acrescentando valor à cidade e às pessoas que lá habitam.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
URI: https://hdl.handle.net/10216/129157
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
418015.pdfA Torre e a Cidade. Um projecto para Campanhã44.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.