Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/122492
Author(s): Motta, Astrid Maciel
Parente, Cristina
Title: Pobreza intergeracional no complexo de favelas do São João - Rio de Janeiro - Brasil
Issue Date: 2019
Abstract: This paper discusses a multidimensional approach to poverty, highlighting variables that allow usto gauge and interpret the reproduction of intergenerational poverty (Bird, 2007). This exploratoryand descriptive research privileged a qualitative methodology based on semi - structured interviewsconducted with 29 residents of the São João favelas complex, in Engenho Novo, Rio de Janeiro.We adopted a standard of comparative analysis between three generations: first generation arethe progenitors (G1); the second, the generation under analysis (G2); and their descendants are(G3); the analysis was based on a systematic reasoning of comparison of 23 variables to createcomposite classification indices of the families. The study pointed out that the difficulties faced byresidents of the favelas of Rio de Janeiro trigger mechanisms that produce and transmit poverty, andthat family members, even though they had access to education and some public policy measures,remained largely in poverty, given the social dynamics experienced in the context of the favela.The factors promoting the intergenerational poverty cycle in these territories are present in theintra-and extra familial dimension, as referred to by Bird (2007). In this way, we conclude that theeffectiveness of public policies aimed at the disruption of poverty require in-depth studies on thesocial dynamics specific to the context of the Rio de Janeiro favelas to subsidize the formulationof measures consubstantiated in the particularities of the place.
Description: Neste artigo discute-se uma abordagem multidimensional sobre a pobreza, destacando variáveisque permitem aferir e interpretar a reprodução, ou não, da pobreza intergeracional (Bird, 2007).A investigação de cariz exploratório e descritiva privilegiou uma metodologia qualitativa baseadaem entrevistas semiestruturadas, realizadas com 29 moradoras e moradores do complexo defavelas do São João, no Engenho Novo, Rio de Janeiro. Adotamos um padrão de análisecomparativa entre três gerações: a primeira geração (G1) é dos progenitores; a segunda, ageração em análise (G2); seus descendentes são a G3; a análise alicerçou-se num raciocíniosistemático de comparação de 23 variáveis para criar índices compósitos de classificação dasfamílias. O estudo apontou que as dificuldades enfrentadas por moradoras e moradores dasfavelas do Rio de Janeiro desencadeiam mecanismos produtores e transmissores da pobrezae que os membros das famílias, mesmo tendo acesso à educação e a algumas medidas depolítica pública, mantiveram-se maioritariamente em condição de pobreza, dadas as dinâmicassociais vivenciadas no contexto da favela. Os fatores promotores do ciclo intergeracional dapobreza nestes territórios estão presentes na dimensão intra e extrafamiliar, conforme nosremete Bird (2007). Deste modo, somos a concluir que a efetividade das políticas públicasdestinadas ao rompimento da pobreza exigem estudos aprofundados sobre as dinâmicassociais específicas ao contexto das favelas cariocas para subsidiar a formulação de medidasconsubstanciadas nas particularidades do local.
Subject: Ciências Sociais
Social sciences
URI: https://hdl.handle.net/10216/122492
Document Type: Artigo em Revista Científica Internacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
354528.pdf653.21 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.