Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/119910
Author(s): José João Pinto Ventura
Title: Panificadora de Vila Real: proposta de intervenção e reabilitação como prática legitimadora da construção social da noção de património
Issue Date: 2017-12-06
Abstract: A presente dissertação tem por base uma intenção crescente de intervir através de uma proposta de um projeto de arquitetura, concretamente, uma proposta de reabilitação da Panificadora de Vila Real. Da análise ao contexto social e cultural anterior e seu contemporâneo, percorrendo um caminho sobre a vida e obra do arquiteto Nadir Afonso, constata-se sobretudo uma peculiar riqueza ideológica e cultural que permitiu a elaboração do objeto de estudo, sustentado em experiências e aprendizagens adquiridas sobretudo no seio do surgimento do Movimento Moderno e da sua internacionalização. A reflexão sobre este momento histórico da arquitetura do século XX, em especial no panorama português, ao momento muito envolto em mutações socioculturais específicas e complexas. É por entre a abrangente análise realizada que surge a Panificadora de Vila Real, obra que constituiu, construiu e ainda constrói uma parte significativa da memória e da identidade coletiva da cidade de Vila Real, que deste modo, tem uma nova oportunidade de garantir e preservar o seu valor arquitetónico e cultural, sustentada na concretização de uma proposta de reabilitação do edifício preexistente, que por sua vez, se encontra em clara e progressivo estado ruinoso. Vem por este meio a prática da arquitetura efetivar o seu papel interventivo, construtivo e inerente à sua obrigatoriedade de se estabelecer como disciplina construtiva e criadora de respostas às exigências da condição humana.
Description: A presente dissertação tem por base uma intenção crescente de intervir através de uma proposta de um projeto de arquitetura, concretamente, uma proposta de reabilitação da Panificadora de Vila Real. Da análise ao contexto social e cultural anterior e seu contemporâneo, percorrendo um caminho sobre a vida e obra do arquiteto Nadir Afonso, constata-se sobretudo uma peculiar riqueza ideológica e cultural que permitiu a elaboração do objeto de estudo, sustentado em experiências e aprendizagens adquiridas sobretudo no seio do surgimento do Movimento Moderno e da sua internacionalização. A reflexão sobre este momento histórico da arquitetura do século XX, em especial no panorama português, ao momento muito envolto em mutações socioculturais específicas e complexas. É por entre a abrangente análise realizada que surge a Panificadora de Vila Real, obra que constituiu, construiu e ainda constrói uma parte significativa da memória e da identidade coletiva da cidade de Vila Real, que deste modo, tem uma nova oportunidade de garantir e preservar o seu valor arquitetónico e cultural, sustentada na concretização de uma proposta de reabilitação do edifício preexistente, que por sua vez, se encontra em clara e progressivo estado ruinoso. Vem por este meio a prática da arquitetura efetivar o seu papel interventivo, construtivo e inerente à sua obrigatoriedade de se estabelecer como disciplina construtiva e criadora de respostas às exigências da condição humana.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
URI: https://hdl.handle.net/10216/119910
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
335285.pdfPanificadora de Vila Real: proposta de intervenção e reabilitação como prática legitimadora da construção social da noção de património741.25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.