Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/119755
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMatheus José Fernandes Lara
dc.date.accessioned2019-05-16T23:09:20Z-
dc.date.available2019-05-16T23:09:20Z-
dc.date.issued2019-05-13
dc.date.submitted2019-05-15
dc.identifier.othersigarra:333526
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/119755-
dc.descriptionDesde a criação do voleibol nos Estados Unidos da América em 1895, a modalidade passou por grandes mudanças e evoluções, tanto a nível de jogo, técnico e tático, quanto a nível organizacional e de profissionalização. O fato dessa profissionalização e a visão do voleibol enquanto negócio fez com que as instituições e cargos da gestão esportiva, independentemente do nível hierárquico, buscassem a excelência em todos os profissionais envolvidos. Para as equipes atingirem os melhores resultados em quadra, existem gestores esportivos responsáveis por múltiplas tarefas e situados em diferentes linhas hierárquicas. Na gestão do esporte, existem gestores no vértice estratégico, responsáveis pelas decisões estratégicas, na linha intermédia, que se conectam com a cúpula estratégica e o núcleo operacional, e, na base operacional, que proporcionam todo um suporte administrativo à comissão técnica e atletas. Os objetivos desse estudo são os de identificar as funções do supervisor de voleibol feminino brasileiro, caracterizar e delimitar o cargo e sua área de atuação hierárquica, e, consequentemente, identificar sua importância para a equipe. Para isso, a pesquisa adotou uma abordagem qualitativa, com objetivo exploratório e descritivo, utilizando da análise de conteúdo aplicada a entrevistas a dois sujeitos. O primeiro, o supervisor da seleção brasileira feminina de voleibol, uma entrevista não estruturada com função heurística. O segundo, 5 dos 8 supervisores das equipes melhores colocadas na Superliga feminina 2017/2018, com entrevista semiestruturada, guião validado por peritagem e de função confirmatória. Para a recolha das informações utilizou-se um aplicativo com a função gravador de um smartphone com sistema operacional iOS. A análise da entrevista do primeiro sujeito identificou como responsabilidades do supervisor as funções logísticas, de gestão de materiais esportivos, gestão da comunicação, gestão de pessoas e gestão financeira. Mediante a análise das entrevistas do segundo sujeito obtivemos a confirmação das funções acima e o surgimento de uma nova função, a gestão do risco. Apesar do esporte brasileiro não possuir um modelo de organograma fixo, a análise das entrevistas permitiu também, hierarquicamente, classificar o supervisor como um gestor esportivo a nível operacional, com variações tanto no plano superior da pirâmide, quanto a profissionais subordinados a ele. Conclui-se a investigação, definindo que o supervisor de voleibol feminino brasileiro é um gestor a nível operacional, que necessita ter conhecimentos administrativos, financeiros, de pessoas e de voleibol, ser organizado, proativo e disponível, tendo como responsabilidade as funções logísticas, de gestão de materiais esportivos, gestão da comunicação, gestão de pessoas, gestão financeira e gestão do risco. É um cargo necessário e importante para que outros profissionais não acumulem funções e responsabilidades que irão afetar e prejudicar diretamente o desempenho particular de suas funções, e, consequentemente os objetivos e propósitos da equipe e da organização.
dc.description.abstractSince 1985, year of volleyball's creation in United States of America, the modality have been passed through great changes and evolutions, in terms of game, technical and tactical, beside organizational and professional level. The new vision of volleyball's professionalization made institutions of sports management seek excellence in all the professionals involved, regardless of the hierarchical level. Seeking to achieve best results on the court, there are sports managers responsible for multiple tasks and located in different hierarchical lines. In sport management, there are managers in job position, responsible for strategical decision making, at the intermediate level, who connect with the strategic leadership, such as the operational core, and, on the operational basis, provide all administrative support to the coaching staff and athletes. The objectives of this study are to identify the roles of Brazilian women's volleyball supervisor, to characterize and delimit the position and its hierarchical area of action, and, consequently, to identify its importance for the team. For this, the research adopted a qualitative approach, with an exploratory and descriptive objective. Using content analysis applied to interviews with two subjects: the supervisor of Brazilian women's volleyball team, an unstructured interview with a heuristic function; 5 of the 8 supervisors in the best teams placed in the 2017/2018 Women's Super league, with a semi-structured interview, a guide validated by expert opinion and a confirmatory role. For the information collection, an application was use with the recorder function of a smartphone with iOS operating system. The analysis of the interview of the first subject identified as responsibilities of the supervisor the logistical functions, management of sports materials, communication management, people management and financial management. By analyzing the interviews of the second subject, we obtained the confirmation of the functions above and the emergence of a new function, the risk management. The analysis of the interviews also allowed, hierarchically, classifying the supervisor as a sport manager at an operational level, with variations in both the upper level of the pyramid and professionals subordinate to him, even though Brazilian sport does not have a fixed organizational chart model. The investigation concludes that the Brazilian women's volleyball supervisor is an operational manager, who needs to have administrative, financial, personnel and volleyball skills, has to be organized, proactive and available, with logistics, communication, people, financial and risk and equipment's, management responsibilities. It is a quite important position to avoid other professionals to accumulate roles and responsibilities that will directly affect the particular performance of their duties, and consequently the goals and purposes of the team and the organization.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.subjectOutras ciências sociais
dc.subjectOther social sciences
dc.titleO papel funcional do supervisor no voleibol feminino brasileiro
dc.typeDissertação
dc.contributor.uportoFaculdade de Desporto
dc.identifier.tid202245918
dc.subject.fosCiências sociais::Outras ciências sociais
dc.subject.fosSocial sciences::Other social sciences
thesis.degree.discipline2º Ciclo em Gestão Desportiva
thesis.degree.grantorFaculdade de Desporto
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level1
Appears in Collections:FADEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
333526.pdfO papel funcional do supervisor no voleibol feminino brasileiro786.43 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.