Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/118498
Author(s): Hugo Alexandre Fernandes Machado da Silva
Title: Roça de São Tomé e Príncipe. Génese, processo e lógicas espaciais
Issue Date: 2018-11-15
Abstract: The present investigation aims to contribute for the understanding of the process thatcircumscribes the Portuguese colonization, predominantly in African territory, focusing onthe consequences and phenomena resultant from strategies of appropriation of vast extensionsof land, of private enterprise, employing agricultural-industrial settlements as a nuclearelement of landscape transformation, through territory structuration and modulation, andenhancement of cultural formation of communities.The case study, the São Tomé and Príncipe roças during the cocoa boom, comprising atemporal spectrum that spreads from the late nineteenth century until the mid-twentiethcentury, consists of hierarchical networks of agricultural clusters, from small to large caliber,in which each element is thought and designed in a detailed and precise way to perform aspecific function, within a complex and extensive matrix, in order not only to maximize theirown efficiency, but above all the proficiency of the roça where it belongs and operates.Through the architectural survey and subsequent analysis of a specific sample composedby three roças - Água Izé, Boa Entrada and Rio do Ouro - expressed in a total of 28 elements,supported by a general sample comprising 126 additional elements that populate the universerelated to the roças of São Tomé and Príncipe, this theses seeks to build a definition of roça,particular to the academic framework of architecture and urbanism and specific to the cocoaexplorations of São Tomé and Príncipe, and strives to identify the methods, models andapproaches, cutting edge solutions, both in terms of production procedures and settlementsmaterialization, which made possible the intense transformation process of these two tinyequatorial islands, from a territory characterized by a weak ecological balance to its metamorphosisin one of the largest cocoa producers in the world, in conformity with the Portuguesecolonial purpose.Taking in consideration the recognized volatility of the political, economic and social contextpresent during the cocoa activity in the colony of São Tomé and Príncipe in the periodcorrespondent to the Portuguese colonial presence and its influence in the development ofthe agricultural settlements that supported this activity, the investigation attempts, throughthe analysis at different scales, infer the significance of the different factors involved in theprocess of transformation of the roças, resorting to an analysis matrix that focus not only inits functional, but also on its symbolic dimension.Keywords:
Description: A presente investigação pretende contribuir para a compreensão do processo de colonizaçãoPortuguês, nomeadamente em território Africano, debruçando-se sobre as problemáticase fenómenos decorrentes das estratégias de apropriação de vastas extensões de território, deiniciativa privada, que empregam assentamentos agrícola-industriais como elemento nuclearde transformação da paisagem, mediante a estruturação e modelação do território, e potenciadorda formação cultural de comunidades.O caso de estudo, as roças de São Tomé e Príncipe durante o surto do cacau, num espectrotemporal que se prolonga desde os finais do século XIX até meados do século XX, é formadopor redes hierarquizadas de aglomerados agrícolas, da pequena à grande dimensão, em quecada elemento é pormenorizadamente pensado e desenhado para desempenhar uma funçãoespecífica, dentro de um complexo e extenso conjunto, de forma a maximizar não só o seupróprio desempenho, mas sobretudo o da roça onde pertence e opera.Mediante o levantamento e posterior análise de uma amostragem específica de três roças- Água Izé, Boa Entrada e Rio do Ouro - expressa num total de 28 elementos, sedes e dependências,alicerçada numa amostragem geral composta pela inquirição de 126 elementos adicionaisque povoam o universo referente às roças de São Tomé e Príncipe, procura-se construir umadefinição de roça, particular ao âmbito disciplinar da arquitectura e específica ao contextodas explorações de café e cacau de São Tomé e Príncipe, e identificar os modelos, métodose abordagens, soluções de vanguarda quer a nível dos métodos de produção, quer a nível damaterialização dos assentamentos, que tornaram possível um intenso processo de transformaçãodestas ilhas equatoriais, desde um território marcado por um débil equilíbrio ecológicoaté á sua metamorfose num dos maiores produtores de cacau a nível mundial, em conformidadecom o projecto colonial Português.Tomando em consideração a reconhecida volatilidade do contexto político, económicoe social vigente durante a actividade cacaueira na colónia de São Tomé e Príncipe no períodocorrespondente à presença colonial portuguesa e a sua influência no desenvolvimento dasexplorações agrícolas que lhe serviram de esteio, procura-se, mediante a análise a diferentesescalas, inferir a ponderação dos diferentes factores envolvidos no processo de transformaçãodas roças, recorrendo a uma matriz de análise que atenta não só à sua dimensão funcional,mas também simbólica.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
TID identifier: 101334613
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/118498
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
309465.pdfRoça de São Tomé e Príncipe. Génese processo e lógicas espaciais621.06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.