Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/118222
Author(s): Eunice Isabel Almeida Tavares de Oliveira Soares
Title: Projectar o invisível: um espaço de contemplação na paisagem escandinava
Issue Date: 2018-11-14
Abstract: Drawing and thinking architecture arises from the need for man to situate himself in the world, organizing the space that surrounds him, so that life can happen. It is in the organized space that he creates his memories, navigating himself through the body of senses and developing his own perception of the world. Therefore, the perception of the cosmos - as a set of emotions and sensations - influences man's being and the way he relates to what surrounds him. Furthermore, it is the interest of this essay to analyze and interpret the architectural space: the role of the architect in its design and the relation between architecture and man. The object of this dissertation is the architectural space thought according to a deconstruction in three parts: the body [in space], the perception [of space] and the identity [in architecture]. Confronting these parts, we aim to understand man as an agent in the architectural conception, as well as the influence architecture has on man's perception of the world. On the other hand, believing that architecture generates practical conditions for man's life it is our intension to produce a theoretical speech that links with individual practical experimentation. Once the subject is treated as an interpretive system of thought, it is in the interest of this research to focus on the architect's point of view, as far as his projectual process is concerned. It is intended, therefore, a methodology that values the interdisciplinarity that participates in space thinking and architectural design. Thus, believing that there is an intimate multi-sensorial, emotional and functional relation between man and architecture, questions of the phenomenology of space and hu- man sciences are evoked in the future speech, crossing theories of existence, space and man. We assume as a principle that architecture is the art of space that expresses itself as an image of human existence. It is our intention to demonstrate that a better knowledge of the man's perception of space induces a greater mastery of project design. Therefore, space is defended as an integral part of the existential universe - since its definition is possible only in the presence of other forms. The projectual design appears as the motor for the essay, allowing the text to develop according to the reflection that a practical exercise induces. Believing that the contemplative attitude is such a human value that confers immensity to the idea of ephemerality, the dissertation ends with the drawing of a contemplation space in the Scandinavian landscape.
Description: Desenhar e pensar arquitectura advém da necessidade de o homem se situar no mundo, organizando o espaço que o rodeia, por forma a que a vida nele aconteça. É neste espaço que cria as suas memórias, apropriando-se dele através do corpo de sentidos e desenvolvendo a sua própria percepção do mundo. Por conseguinte, a apreensão do cosmos - enquanto conjunto de emoções e sensações - influencia a sua forma de estar e o modo com que se relaciona com o que o envolve. Interessa, portanto, analisar e interpretar o espaço arquitectónico: o papel do arquitecto na sua projectação e a relação entre homem e arquitectura. O objecto desta dissertação é, então, o espaço arquitectónico pensado segundo uma desconstrução em três partes: o corpo [no espaço], as percepções [do espaço] e a identidade [na arquitectura], resultado de um posicionamento interpretativo do conceito de arquitectura. Pelo confronto das partes tem-se como objectivo compreender o homem enquanto agente na concepção arquitectónica, bem como a influência da arquitectura na percepção sensitiva do homem sobre o mundo. Pensa-se que tal permite o entendimento sobre a forma como o homem está no mundo, na constante relação entre homem e espaço. Por outro lado, vendo a arquitectura como geradora de condições práticas à vida do homem, quer-se um discurso teórico que se encadeie com deambulações pela experimentação prática individual. Uma vez que se trata o tema como um sistema interpretativo do pensamento, interessa a esta investigação focar o ponto de vista do arquitecto, no que se refere ao seu processo projectual. Pretende-se, pois, uma metodologia que valorize a interdisciplinaridade que participa no pensamento do espaço e no desenho arquitectónico. Deste modo, crendo existir uma íntima relação multi-sensorial, emocional e funcional entre o homem e a arquitectura, evocam-se, no futuro discurso, questões da fenomenologia do espaço e das ciências humanas, à luz de teorias que cruzam existência, espaço e homem. Assim, toma-se como princípio que a arquitectura é a arte do espaço que se exprime como imagem da existência humana, pretendendo demonstrar que um melhor conhecimento da percepção do homem induz a um maior domínio do desenho de projecto. Por conseguinte, defende-se o espaço como parte integrante do universo existencial - uma vez que a sua definição só é possível na presença de outras for- mas - ressaltando a relação vital entre espaço e homem. O desenho projectual quer-se como o motor para o discurso, possibilitando que o texto se desenvolva segundo a reflexão que um exercício prático provoca. Acreditando que a atitude contemplativa é um valor humano tão grande que confere imensidão à ideia de efemeridade, fecha-se a dissertação com o desenho de um espaço de contemplação num lugar significativo da paisagem escandinava.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/118222
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
306224.pdfProjectar o invisível: um espaço de contemplação na paisagem escandinava181.31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.