Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/117020
Author(s): Fábio Alexandre de Sousa Barbosa
Title: Desenvolvimento de estratégias pedagógicas numa equipa de futebol sub 9: aplicação do empowerment
Issue Date: 2018-11-13
Abstract: Football, in the youth context, carries a great responsibility due to the specific needs of the target population . The training must be complete and should allow the development of all the abilities (tactical, technical, physical and psychological) by the player, always with the purpose of keeping the practise of the modality.The understanding and acceptance of these issues, centred on the player's development are sometimes the most complicated thing, since many raining schools mainly focus on sports results. In addition, there is a tendency to train these ages with the same content and training volumes as senior players. However, according to several scientific records, the differences between these two age groups should be taken into consideration.Thus, based on these assumptions, the objectives of the present internship report were designed and applied to the coach's team of sub-9 of the Associação Desportiva Newteam. This team had two groups of players with very different capacities, reason why the training acquired complex characteristics. With this in mind, the intern directed the training so that, in both groups, players could obtain improvements in tactical and technical skills and eliminate difficulties in motor skills, in order to avoid demotivation and exclusion.Whenever possible, the coach separated the work groups by levels and, thus, managed to reduce the imbalance in tactical knowledge and technical sills in almost cases. In this way, he kept the whole team motivated and avoided the loss of players.Additionally, focus was also given to the improvement of the psychological characteristics of the players, in order to make them more responsible, autonomous and competent. For this purpose, the coach applied different empowerment techniques, an approach that aims to delegate decision-making powers and command tasks to athletes.Based on these ideals, the intern instructed his players to lead the training and game process, giving them a first contact with an experience of this kind. With the empowerment, it was noticeable that all the elements enjoyed the experience and demonstrated a high level of commitment and responsibility during the accomplishment of the proposed tasks, improving the relation between them.Overall, it is possible to conclude that a coach should be careful to stimulate the learning of all his players, respecting the development, limits and individual needs, mainly in a formation context. In addition, it has been found that players respond positively when they are given the power to decide for the team.
Description: O futebol, no contexto infantojuvenil, acarreta uma grande responsabilidade na medida em que a população-alvo possui necessidades específicas. A formação deve ser completa para que o jogador evolua em todas as vertentes (tática, técnica, física e psicológica), sendo que a finalidade é a continuação da prática da modalidade. A compreensão e aceitação destas bases, centradas no desenvolvimento do jogador, são, por vezes, o mais complicado, visto que muitas escolas de formação focam-se principalmente nos resultados desportivos. Para além disso, existe a tendência para treinar estas idades com os mesmos conteúdos e volumes de treino dos jogadores seniores. Contudo, a ciência defende que devem ser tidas em conta as diferenças que ambos apresentam. Com base nestes pressupostos, foram delineados os objetivos de estudo presentes neste relatório de estágio, aplicados à equipa de sub-9 da escola de futebol Associação Desportiva NewTeam. Esta possuía dois grupos de jogadores com capacidades bem distintas, pelo que o treino adquiriu características complexas. Posto isto, o estagiário direcionou o treino para, em ambos os grupos, os jogadores obterem melhorias nas competências táticas e técnicas e suprimirem dificuldades ao nível das habilidades motoras, com a finalidade de evitar a desmotivação e a exclusão. Sempre que possível, o estagiário separou os grupos de trabalho por nível e, assim, conseguiu atenuar osdesequilíbrios nos conhecimentos táticos e habilidades técnicas em praticamente todos os casos. Desta forma, manteve toda a equipa motivada e evitou a perda de jogadores. Adicionalmente, o estagiário focou o trabalho desenvolvido na melhoria das características psicológicas dos jogadores, de forma a torná-los mais responsáveis, autónomos e competentes. Para isso, aplicou o empowerment, uma abordagem que visa delegar poderes de decisão e comando de tarefas aos atletas. Assente nestas ideias, o estagiário encarregou os seus jogadores de liderarem o processo de treino e jogo, conferindo-lhes um primeiro contacto com uma experiência deste género. Com o empowerment foi percetível que todos os elementos gostaram da experiência e demonstraram um nível alto de empenho e responsabilidade durante a realização das tarefas propostas, melhorando ainda a relação entre si. Com isto, é possível concluir que um treinador deve ter o cuidado de estimular a aprendizagem de todos os seus jogadores, respeitando o desenvolvimento, limites e necessidades individuais, principalmente num contexto de formação. Para além disso, verificou-se que os jogadores correspondem positivamente quando lhes é conferido o poder de decidir em prol da equipa.
Subject: Outras ciências sociais
Other social sciences
Scientific areas: Ciências sociais::Outras ciências sociais
Social sciences::Other social sciences
TID identifier: 202027309
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/117020
Document Type: Relatório de Estágio
Rights: openAccess
Appears in Collections:FADEUP - Relatório de Estágio

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
299483.pdfDesenvolvimento de estratégias pedagógicas numa equipa de futebol sub 9: aplicação do empowerment844.02 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.