Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/107364
Author(s): Ana Bela Sequeira Ribeiro
Title: Políticas e práticas de educação para a cidadania na Europa: entre as potencialidades das parcerias com ONG e os riscos de ONGização das políticas educativas
Issue Date: 2017-10-03
Description: Nesta tese tentamos encontrar sentidos da educação para a cidadania, partindoda análise das políticas e das práticas em vários países europeus. Atualmente a educaçãopara a cidadania é paradoxal, uma vez que se acusam os/as jovens de falta departicipação e de envolvimento cívicos e políticos, quando, ao mesmo tempo, sedesinveste da sua formação cívica. Nos últimos anos, as políticas educativas têm sidoreflexo do desinvestimento governamental, nomeadamente no que diz respeito àeducação para a cidadania, e as consequências manifestam-se na falta de práticasefetivas de formação cívica de jovens. Defendemos, nesta tese, uma visão comunitáriada educação para a cidadania e, assim, propomo-nos a: a) mapear as políticas e aspráticas de educação para a cidadania; b) conhecer formas de atuação das ONGrelativamente à educação para a cidadania; c) auscultar ONG, analisando as suas visõesrelativamente à educação para a cidadania; d) analisar os níveis de participação cívica epolítica dos/as jovens; e e) colocar em confronto visões de professores/as, ONG edecisores/as políticos/as, relativamente à educação para a cidadania. Assim,exploramos este campo através de uma metodologia mista, que combina métodosquantitativos e métodos qualitativos, em Portugal e em países europeus. Através daanálise de documentos políticos, de inquéritos, da análise secundária de dados doEuropean Social Survey e de entrevistas tentamos confrontar as diferentes visões acercada educação para a cidadania. Consideramos que as ONG podem ter um papelimportante na formação cívica de jovens, enquanto instituições que contribuem, aomesmo tempo para o currículo escolar (educação formal) e para o desenvolvimento doaprender a ser cidadão/ã, através das atividades que dinamizam quotidianamente noterreno (educação não formal e informal). Estas organizações podem contribuir para oalargamento do campo educativo da educação para a cidadania, quebrando os murosescolares e abraçando novos terrenos educativos. Contudo, se por um lado as ONG sãoespecialistas em determinadas áreas, por outro, elas não são isentas; e, sobretudo, nãopodemos delegar toda a responsabilidade da educação para a cidadania às ONG, sob orisco de privatizarmos a formação dos/as jovens para participarem na definição do bemcomum.
Subject: Ciências da educação
Educational sciences
Scientific areas: Ciências sociais::Ciências da educação
Social sciences::Educational sciences
TID identifier: 101402082
URI: https://hdl.handle.net/10216/107364
Document Type: Tese
Rights: restrictedAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
212761.pdf
  Restricted Access
Políticas e práticas de educação para a cidadania na Europa: entre as potencialidades das parcerias com ONG e os riscos de ONGização das políticas educativas3.17 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.