Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/10689
Author(s): Gonçalves, Carlos Manuel
Title: Emergência e consolidação dos economistas em Portugal
Publisher: Porto : [s.n.]
Issue Date: 1998
Abstract: O objecto central deste trabalho circunscreve-se ao equacionamento da emergência e consolidação da profissão de economista em Portugal. De modo mais preciso, pretende-se obter respostas para uma questão global: qual a dinâmica, a forma e o encadeamento temporal que caracterizam a construção social dos economistas? Desenvolveu-se uma análise alicerçada numa abordagem construtivista sobre o social. Abordagem que induz ao estudo das profissões como construídos socio-históricos. Por outro lado, perspectivamos a construção social da profissão de economista como resultante da conjugação de plurais processos sociais: a dinâmica económica do capitalismo; a expansão e diversificação das actividades estatais; a consolidação da ciência económica no campo científico; a constituição e sedimentação do ensino universitário da economia; a produção, circulação e apropriação dos conhecimentos económicos; a criação e divulgação do título e das definições da profissão; o trabalho social e político desenvolvido pelas instâncias de representação política dos economistas com o objectivo de conquistar privilégios materiais e simbólicos; a acção do Estado.
Subject: Economistas - Portugal
Profissões - Sociologia
URI: http://hdl.handle.net/10216/10689
Catalogue Link: http://aleph.letras.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000066834
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
N1750TD01PCARLOSGONCALVES000068244.pdf61.52 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.