Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/105862
Author(s): Carla Ferreira Malafaia de Almeida
Title: Living and doing politics: an educational travelongue through meanings processes and effects
Issue Date: 2017-04-05
Description: Os jovens, fortemente afetados pela crise económica, pela precariedade laboral e pelacrescente insegurança ontológica, estão no centro das atenções no que respeita àparticipação cívica e política e seu papel na legitimação democrática. Com efeito, nosúltimos anos o fosso entre a política institucional e os grupos juvenis tem-se agravado, esimultaneamente novos repertórios e agendas políticas têm emergido. Esta investigaçãopretende a) explorar a relação entre o potencial pedagógico das experiencias cívicas epolíticas e a complexidade do pensamento académico; b) compreender os efeitos dasvariáveis socioeconómicas nessas experiências; c) analisar como os jovens interpretamo cenário sociopolítico e discutem as oportunidades de participação democrática; d) edescrever o modo como vivem e fazem política em diferentes contextos de participação.Baseada numa metodologia mista, esta investigação desenvolve-se em três níveis deanálise: individual (inquéritos por questionário a 1107 jovens), grupal (5 grupos dediscussão focalizada) e contextual (2 etnografias). De um modo geral, os resultadosmostram que a qualidade da participação contribui para a auto-regulação daaprendizagem; as variáveis socioeconómicas desempenham diferentes papéis noconhecimento político e nos padrões de participação, com o contexto escolar aintroduzir variações nesses padrões. Adicionalmente, os jovens apresentam discursoscríticos e comprometidos sobre a crise económica, levantando importantes questõessobre o acesso à política institucional, nomeadamente no que diz respeito à falta dereconhecimento da sua agência política e à falta de educação política, que alimenta umciclo vicioso de afastamento (comummente interpretado como desinteresse político).Finalmente, as etnografias numa juventude partidária e numa ONG revelam diferentesmodos de promover a mudança social: no primeiro, a política de debate e pedagógicaguiam a experiência; no segundo, cuidar do outro e investir no desenvolvimento pessoaldos voluntários coexiste com a rejeição de uma abordagem politizada das questõessociais. Em suma, esta investigação mostra os jovens como cidadãos ativos epoliticamente interessados; são, no entanto, conduzidos principalmente para formasnão-convencionais e cívicas de participação. A deslegitimação geral de discursospolíticos e a indisponibilidade da esfera política institucional para a partilha de poderestá a conduzir à despolitização do 'cívico3;, restringindo o capital político juvenil. Oconfronto de questões democráticas centrais, como a desigualdade, é potencialmentetransformador e pedagógico. O reconhecimento dessas experiências de aprendizagemdeve ser promovido e valorizado porque impulsiona o sucesso académico, masfundamentalmente porque a sobrevivência da democracia depende disso.
Subject: Ciências da educação
Educational sciences
Scientific areas: Ciências sociais::Ciências da educação
Social sciences::Educational sciences
TID identifier: 101436289
URI: https://hdl.handle.net/10216/105862
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
202447.pdfLiving and doing politics: an educational travelogue through meanings, processes and effects3.4 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.