Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/104047
Author(s): Zamith, Fernando
Veloso, João
Title: "Muda rápido!": Marcas da evolução da Língua Portuguesa no ciberjornalismo
Issue Date: 2017
Abstract: The Portuguese language has registered in the last decades many changesoriginating from orality, which, more or less quickly, are moving to the writtenrecord of literature, journalism and law.One of the quickest and perhaps most surprising changes is the use of adverbialadjectives as "rápido" instead of "rapidamente".The purpose of this paper is to present the results of a pilot study on somegrammatical changes of this type assimilated by online journalism, seeking furtherdifferences between European Portuguese and Brazilian Portuguese in relation tothe linguistic aspects that we will be dealing with.As a general conclusion, we can claim that online journalism reproduces and adoptssome linguistic changes disseminated by orality, but not with the extent that wasexpected.In 72 percent of the cases analyzed in Portuguese online media, the adverb"rapidamente" still prevails, but in Brazilian online media is already minority (41%).It was also possible to detect 15 percent of the occurrences of the phrase "se bemque" indicative and not conjunctive, in all cases with the concessionary sentenceafter the principal.Regarding the use of "embora", we conclude that in 100% of the cases the regencyremains conjunctive and that in 74% of occurrences the conjunction arises after thesentence that should be the main one.The methodology used did not, however, allow to draw conclusions concerning theadverbial use of the adjectives "péssimo" and "ótimo", so further investigationshould include a deeper data collection.
Description: A Língua Portuguesa tem registado nas últimas décadas bastantes alterações comorigem na oralidade, que, mais ou menos rapidamente, estão a transitar para oregisto escrito da literatura, do jornalismo e do direito.Uma das mudanças mais rápidas e porventura mais surpreendentes é a dautilização adverbial de adjetivos como "rápido", em substituição de "rapidamente".O objetivo desta comunicação é apresentar os resultados de um estudo-piloto sobrealgumas alterações gramaticais deste tipo assimiladas pelo ciberjornalismo,procurando suplementarmente aproximações e distanciamentos entre o portuguêseuropeu e o português brasileiro relativamente aos aspetos linguísticos sobre quenos debruçaremos.Como conclusão geral, podemos afirmar que o ciberjornalismo reproduz e adotaalgumas alterações linguísticas disseminadas pela oralidade, mas não com aamplitude que se esperava.Em 72 por cento dos casos analisados nos cibermeios portugueses, o advérbio demodo "rapidamente" ainda prevalece relativamente à utilização de "rápido" comoadvérbio, mas nos cibermeios brasileiros já é minoritário (41%).Também foi possível detetar 15 por cento das ocorrências da locução "se bem que"regendo indicativo e não conjuntivo, em todos os casos com a oração concessivadepois da principal.Relativamente à utilização de "embora", concluímos que em 100% dos casos aregência mantém-se conjuntivo e que em 74% das ocorrências a conjunção surgedepois da oração que deveria ser a principal.A metodologia utilizada não permitiu, contudo, chegar a conclusões quanto àutilização adverbial dos adjetivos "péssimo" e "ótimo", pelo que uma investigaçãoposterior deverá contemplar uma recolha de dados mais profunda.
Subject: Ciências da comunicação
Communication sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/104047
Source: V Congresso Internacional de Ciberjornalismo: Ciberjornalistas 3.0 : Livro de Atas = V International Conference on Online Journalism : proceedings
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
190182.pdf4.65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.