Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/101490
Author(s): Jaime Augusto Jesus Cunha
Title: Caminho de ferro Porto-Salamanca. Dinâmicas territoriais no traçado desactivado
Issue Date: 2012-11-08
Abstract: Portugal has a lot of rail routes that run through areas of high landscape, historical and culturalvalue. However, several railways began to be deactivated, contributing to a progressive depopulation inthe countryside. These suspensions leave the local populations unsupported for not complying with itsmain function: the mobility. No development measures were planned to offset the drop of dynamism thatthese deactivations triggered, which allowed these infrastructures and its associated areas to decline atplain sight.The esteem for these plentiful places that have been left abandoned conducts this study toidentify the reasons that led to de closure of the railways. The degradation of these infrastructures isirreversible; the accesses are ruined, the surroundings extinguished and the region, subjected to a socioculturalconfinement, enclosures on itself. Time emphasizes this stagnation, converting a place that oncehosted many people to an unpopulated place. The segregation of a country, a community, a peninsula,must be reduced so the necessary improvements occur through the definition of a strategy that upgradesthe cross-border relations and highlights the collective values, the patrimony and the local identity. Thecurrent situation of the deactivated railway sections must be questioned and how they can support thelocal communities and its development.The Douro railway line is one of the rail routes that lacks of a deserved attention not only bythe existing values along the places it crosses but also because of the stark contrasts that its landscapesoffer. The underlying potentials of these characteristics are relevant enough to become an engine forthe development of the inland areas. The study focuses on the section between the railway stations ofPocinho and Fuente de San Esteban and proposes an intervention based on the analysis of the localvalues adjacent to the railway line. This infrastructure emerges as the collecting element of a globaland economically autonomous system composed by several dynamic elements of the region, enabling aglobal perception of the diversity that exists along its endangered route.
Description: Portugal possui numerosíssimos percursos ferroviários que percorrem regiões de grande valorpaisagístico, histórico e cultural. Contudo, várias vias férreas começaram a ser desativadas, contribuindopara a desertificação progressiva em que se encontra o interior do país. A suspensão de diferentespercursos ferroviários deixa a população local desapoiada por não cumprir com a função principal:a mobilidade. Não foram pensadas medidas de desenvolvimento local para compensar a quebra dedinamismo que as desativações trouxeram, estando estas infraestruturas e as regiões a elas associadasa decair a olhos vistos.O apreço por estes locais riquíssimos que têm sido deixados ao abandono conduzem esteestudo que visa identificar as razões que levaram ao encerramento das vias férreas. A degradaçãodestas infraestruturas é irreversível; arruínam-se os acessos locais, extingue-se a vizinhança e a região,sujeita a um confinamento sociocultural, fecha-se sobre si mesma. Esta estagnação acentua-se com otempo convertendo um local que outrora acolheu muitos num território despovoado. Deve ser reduzidaa segregação de um país, de uma comunidade, de uma península, para que as melhorias necessáriasocorram através da definição de uma estratégia que benfeitorize as relações transfronteiriças e evidencieos valores coletivos, o património e a identidade local. Deve ser questionada a situação atual dos troçosdesativados e de que forma estes podem oferecer apoio às comunidades locais e seu desenvolvimento.A linha do Douro é um destes percursos que carece de uma merecida atenção não só pelasvalências existentes nos lugares que atravessa como também pelos grandes contrastes que as suaspaisagens oferecem. As potencialidades subjacentes a estas características possuem relevânciasuficiente para se tornarem motor de desenvolvimento das regiões interiores. O estudo centra-se notroço desativado entre as estações do Pocinho e Fuente San Esteban, sendo proposta uma intervençãobaseada na análise das potencialidades locais adjacentes à linha de caminho de ferro. Esta infraestruturasurge como elemento agregador de um sistema de elementos dinamizadores da região economicamenteautónomo, contribuindo para uma perceção global da diversidade existente ao longo do seu traçado quese encontra em extinção.
Subject: Artes
Arts
URI: http://hdl.handle.net/10216/101490
Document Type: Dissertação
Rights: restrictedAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
23568.pdfCaminho de ferro Porto-Salamanca. Dinâmicas territoriais no traçado desactivado121.92 MBAdobe PDF    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.