Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/9622
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.coverage.spatialPortopt_PT
dc.creatorRosas, Rute Ribeiropt_PT
dc.date.accessioned2009-05-14T15:07:17Zpt_PT
dc.date.accessioned2012-06-26T16:51:34Z-
dc.date.available2009-05-14T15:07:17Zpt_PT
dc.date.available2012-06-26T16:51:34Z-
dc.date.issued2002pt_PT
dc.identifier.other4851_TMpt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10216/9622pt_PT
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Arte Multimédia apresentada à Faculdade de Belas Artes da Universidade do Portopt_PT
dc.description.abstractEnquadramentoA Percepção Somatossensorial da Obra de Arte consiste numa referenciação e análise crítica de elementos relativos à criação e fruição da obra de arte multissensorial. O desenvolvimento teórico deste tema destina-se a um aprofundamento de noções que relaciono directamente com alguns pressupostos e fundamentos do meu trabalho artístico.A palavra somatossensorial que reúne, pelo menos, dois conceitos que serão uma constante no meu trabalho: cinestesia e sinestesia[1], diz respeito «ao sentir do soma (que significa corpo em grego). É, porém, frequente que a noção que a palavra soma invoca seja mais restrita do que deveria ser. Infelizmente, aquilo que vem à ideia após escutarmos as palavras somático ou somatossensorial são as noções de tacto ou de uma sensação muscular ou articular. No entanto, o sistema somatossensorial respeita a mais do que isso e é, na verdade, mais do que um só sistema. É uma combinação de subsistemas, cada um dos quais transmite para o cérebro sinais acerca do estado de diversos aspectos do corpo[2]», e os conceitos referidos implicam uma relação directa entre o corpo e a mente.Se um dos maiores problemas que podem ser colocados ao Homem «é o da natureza da sua inteligência, pois que, em definitivo, ela só existe pela consciência que cada um tem de existir[3]», o factor de evolução tecnológica é promotor da alteração dos conceitos de tempo e de espaço, de acção e interacção, informação e formação, capaz de conciliar o aprofundamento do autoconhecimento e do relacionamento com os outros.Esta ideia comporta o conjunto das relações do nosso corpo físico com a nossa mente consciente e inconsciente, num processo interactivo que incorpora em si a sensibilidade e a acção que, na arte, são aspirações e reivindicações anunciadas pelo menos desde o início do século XX como, por exemplo, no dadaísmo, no futurismo, ou na performance, configurando uma pretensão de toda a arte do século XX e dos dias de hoje, e ponderando a integração de ...pt_PT
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_PT
dc.languageporpt_PT
dc.publisherUniversidade do Porto. Reitoriapt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.titleA percepção somatossensorial da obra de arte : Pressupostos de um projecto artísticopt_PT
dc.typeDissertaçãopt_PT
Appears in Collections:FBAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
4851_TM_01_C.pdfVolume 01 Cores67.24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
4851_TM_01_P.pdfVolume 01 Preto & Branco13.77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.