Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/92972
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorV. P. Freitas
dc.creatorM. PINTO
dc.creatorAna Sofia Guimarães
dc.date.accessioned2019-02-01T16:16:35Z-
dc.date.available2019-02-01T16:16:35Z-
dc.date.issued2007
dc.identifier.othersigarra:61758
dc.identifier.urihttps://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/92972-
dc.descriptionA eficiência energética dos edifícios é uma preocupação comum dos países da União Europeia tendo em atenção os compromissos do protocolo de Quioto, a dependência energética da Europa e o carácter limitado dos combustíveis fosseis. Caminha-se para a limitação dos consumos de energia e para a certificação energética de todos os edifícios ou fracções.A ventilação, se por um lado constitui uma parcela significativa das perdas térmicas, no período de Inverno, o que conduz a uma necessidade de minimizar os caudais, por outro, é absolutamente necessária para assegurar caudais que garantam a qualidade do ar interior, a segurança dos utilizadores e o controlo dos riscos de condensações. A prática construtiva corrente tem evoluído no sentido de se melhorar a permeabilidade ao ar das caixilharias e da instalação de dispositivos nas cozinhas e instalações sanitárias que, muitas vezes, não garantem o número mínimo de renovações de ar necessárias.Nesta comunicação pretende-se reflectir sobre as exigências de conforto higrotérmico e sua ligação com a ventilação, bem como sobre as implicações construtivas da implementação de sistemas de ventilação natural/mistos em edifícios de habitação.PALAVRAS-CHAVE: Higrotérmica, ventilação, disposições construtivas
dc.description.abstractThe energetic efficiency of buildings is a common concern among the EU countries, taking into account the commitments of the Kyoto Protocol, Europe's energy dependency and the limitations of fossil fuels. The purpose is to limit energy consumption and to guarantee energy certification for all buildings or parts of buildings.On the one hand, ventilation significantly contributes to thermal losses during the winter, leading to the need for a minimization of flows but, on the other hand, is absolutely necessary to ensure flows tha can guarantee the quality of room air, the safety of the users and the control of condensations risks. Current construction practices have evolved towards an improvement of quality in window frameworks and the installation of devices in kitchens and sanitary facilities that often do not ensure the minimum necessary air changes.This paper will explore the hygrothermal comfort demands and relate them to ventilation, as well as the constructive implications of implementing natural/mixed ventilation systems in dwellings.KEYWORDS: Hygrothermal behaviour; ventilation; building components
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofSeminário sobre aplicação da ventilação natural e mista
dc.rightsrestrictedAccess
dc.subjectCiências Tecnológicas, Engenharia civil, Outras ciências da engenharia e tecnologias
dc.subjectTechnological sciences, Civil engineering, Other engineering and technologies
dc.titleInfluência da Ventilação no Comportamento Higrotérmico dos Edifícios e Implicações Construtivas da Implementação dos sistemas
dc.typeArtigo em Livro de Atas de Conferência Nacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Engenharia
dc.subject.fosCiências da engenharia e tecnologias::Outras ciências da engenharia e tecnologias
dc.subject.fosEngineering and technology::Other engineering and technologies
Appears in Collections:FEUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
61758.pdf
  Restricted Access
Influência da Ventilação no Comportamento Higrotérmico dos Edifícios e Implicações Construtivas da Implementação dos sistemas2.35 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.