Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/7613
Author(s): Campos, Pedro José Ramos Moreira de
Title: Análise de Fenómenos Evolutivos com Recurso a Simulação e Decomposição
Publisher: Faculdade de Economia da Universidade do Porto
FEP
Issue Date: 2011-02-07
Abstract: The present work deals with interactions between firms. Literature that inspired our work comes from organizational ecologists, evolutionary economics and Agent-Based Computational Economics. Our general belief is that organizations are adaptive at different levels of analysis: individually, or as a group. We dedicate a special attention to the network formation and regard networks as new forms of organizations. In order to understand these interactions and the different mechanisms of adaptation, that include learning and evolution, two studies have been developed in this work: CASOS and NetOrg. Our main objective with CASOS Cellular Automata System for Organizational Survival - is to analyse the effects of a set of parameters (organizational density, size and age) in the founding and in the mortality of organizations. The best combination of these parameters will produce the best solution for the simulation. The cellular automata approach is embedded with a Genetic Algorithm that calibrates the parameters in order to validate the final solution with real data coming from the Portuguese Industry. We have observed similar tendencies between simulated and real data that represent the evolution of the number of industries in this region. We used survival analysis techniques that also confirm the capability of the model to reproduce the reality: the effect of the size on the mortality of the firms is negative and statistically significant. NetOrg Adaptive Networks of Organizations is a Multi-Agent framework that aims at analyzing the dynamics of organizational survival in cooperation networks. Firms cooperate horizontally (in the same market) or vertically with other firms. Cooperation decisions involve cognitive and microeconomic modelling. To validate our approach, we considered some evidences from three industrial real life examples: Automobile manufacturing, Textile and e-Marketplaces. We observed that organizations increase their stock of knowledge due to the spread of innovation, and that this is a direct consequence of the fact that organizations are linked to networks. The network is a mechanism undergoing adaptation, where the internal synergies shape the course of evolution.
Description: Ciências Empresariais
O presente trabalho trata as interações entre empresas. A literatura que inspira o trabalho provém da ecologia das organizacões, do evolucionismo económico e da economia computacional baseada em agentes. A ideia subjacente é a de que as organizações são adaptativas a diferentes níveis de análise, individualmente ou em grupo. Dedica-se atenção especial à formação de redes, sendo que as redes são consideradas como novas formas das organizações. De modo a compreender estas interações e os vários mecanismos de adaptação, que incluem aprendizagem e evolução, dois estudos foram desenvolvidos: CASOS e NetOrg. O principal objectivo com o sistema CASOS Sistema de Autómatos Celulares para a Sobrevivência Organizacional - é analisar os efeitos de um conjunto de parâmetros (densidade organizacional, dimensão e idade) na criação e mortalidade das organizações. A melhor combinação destes parâmetros é a que corresponde à melhor solução da simulação. A metodologia dos autómatos celulares está implementada conjuntamente com um algoritmo genético que calibra os parâmetros de modo a validar a solução final com dados reais provenientes da indústria portuguesa. Observaram-se tendências semelhantes entre dados simulados e reais que representam a evolução do número de indústrias na região. Utilizaram-se técnicas de análise de sobreviência que também confirmaram a capacidade do modelo em reproduzir a realidade: o efeito da dimensão na mortalidade é negativo e estatisticamente significativo. NetOrg Redes Adaptativas de Organizações - é uma plataforma Multi-Agente que visa analisar a dinâmica da sobrevivência organizacional em redes de cooperação. As empresas cooperam horizontalmente (no mesmo mercado) ou verticalmente com outras empresas. As decisões de cooperação envolvem modelação cognitiva e microeconómica. Para validar esta metodologia, consideram-se algumas evidências provenientes de três exemplos da vida real na indústria: indústria automóvel, indústria têxtil e e-Markeplaces. Observou-se que as organizações aumentam o seu stock de conhecimento devido à difusão de inovação e que isso é uma consequência directa do facto das organizações estarem ligadas a redes. A rede é um mecanismo em permanente adaptação em que as sinergias internas determinam o rumo da evolução
Subject: CIÊNCIAS EMPRESARIAIS
Porto
URI: http://hdl.handle.net/10216/7613
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TesePCampos.pdf4.56 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.