Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/75196
Author(s): Patrícia Raquel de Jesus Araújo Alves
Title: Validação de simuladores de condução low-cost baseados em jogos sérios usando Heads-Up Display: estudo de caso com simulação de dispositivos in-glass
Issue Date: 2014-07-17
Description: A existência de simuladores de condução cada vez mais evoluídos e acessíveis em termos de custo é uma realidade, permitindo a realização de uma grande variedade de estudos, muitos dos quais de extrema importância para a melhoria da segurança na estrada, uma vez que há imensos cenários que não podem ser testados no mundo real devido ao perigo que podem apresentar para a segurança, quer do condutor e passageiros, quer das pessoas na estrada. Com a incorporação de realidade aumentada no para-brisas de automóveis, usando um Heads-Up Display (HUD) para a integração de sistemas de informação embutidos no veículo (IVIS), os condutores conseguem visualizar e percecionar a informação mostrada sem necessidade de desviarem o olhar da estrada, para olharem para o painel de instrumentos ou para o computador de bordo. Isto tem-se revelado bastante útil para o aumento da segurança, estando em crescimento o desenvolvimento de simuladores de condução cada vez mais fiáveis e imersivos, e de novos IVIS integrados num HUD em automóveis.A realização de testes de simulação de condução em veículos com HUD não é fácil de conseguir quando se procura um baixo custo, acessibilidade e um ambiente realista, sendo importante encontrar formas de fazer esses testes de forma mais fácil e em grande escala. Assim, com este trabalho pretendeu-se determinar até que ponto um simulador de baixo custo, baseado num jogo sério, pode ser utilizado em detrimento de um simulador de médio custo, para o estudo da perceção e análise de IVIS num HUD também de baixo custo. Para isso foram efectuadas experiências de simulação, envolvendo 35 partipantes, usando um jogo sério num computador ligado a um volante e pedais (simulador de baixo custo), e um carro real instrumentado no interior de um laboratório (simulador de médio custo de base fixa), ambos com e sem o auxílio de um HUD. Como resultado verificou-se que os condutores tinham a mesma perceção e reação à informação no HUD em ambos os simuladores, tendo sido considerados equivalentes, e por isso, o simulador de baixo custo pode ser utilizado para a análise e validação de IVIS num HUD. Em termos de realismo e controlo, os simuladores são totalmente diferentes, sendo mais imersivo e fácil de controlar um simulador de condução de médio custo. Neste caso, o simulador de baixo custo não consegue substituir um simulador de médio custo, não sendo adequado para estudos mais complexos, ou que possam necessitar de uma maior imersividade e controlo por parte dos condutores.
Subject: Engenharia electrotécnica, electrónica e informática
Electrical engineering, Electronic engineering, Information engineering
Scientific areas: Ciências da engenharia e tecnologias::Engenharia electrotécnica, electrónica e informática
Engineering and technology::Electrical engineering, Electronic engineering, Information engineering
TID identifier: 201315742
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/75196
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
32042.pdfValidação de simuladores de condução low-cost baseados em jogos sérios usando Heads-Up Display: estudo de caso com simulação de dispositivos in-glass4.93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons