Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/56678
Author(s): Saúl Matos Castro
Title: Estudo Laboratorial Do Comportamento Mecânico De Duas Molas
Issue Date: 2008
Abstract: The possibility to quantify, as well as to control M/F ratios in the brackets are the key for a controlled and predictable dental movement. The present work has the purpose of determining the force systems in α (horizontal force, M/F ratios, C/D ratios) of the T and L shaped loops for the same vertical dimension (7mm), as well as for the same inter-bracket distance (13 mm). With five different pre-activation bends and two metallic alloys (stainless steel and titanium-molibdenum alloy - TMA) with a section of 0,017"x 0,025" Two hundred loops were submitted to the mechanical essay - for each pre-activation ten loops were used (5), metallic alloy (2) and geometry (2). The moment and horizontal force intensities were quantified using the OrthoMeasure Moment apparatus, the testing table and a digital comparator. The values were registered every 0,5 mm of activation, with an initial activation of 1 mm and a final activation of 6 mm. The data was statistically analysed using the ANOVA methodology for a significance level of 5%. The results allowed us to conclude that there are statistically significant average differences according to the pre-activation in all kinds of loops (TMA L, and T, steel L and T) at strength and ratio M/F levels. As to what concerns force, L loops registered higher values than T loops and the influence from pre-activation of force localization was confirmed. As to what concerns M/F ratios, T loops registered higher values than L loops. In the absence of pre-activations, the TMA loops presented higher values than steel loops, the maximum registered level being inferior to the vertical dimension of the loop. In the loops without pre-activation, an augmentation on the M/F ratio was demonstrated through an activation augmentation, an opposite was assessed in pre-activated loops. In most of the activations with pre-activated loops, the steel presented M/F ratio values higher than TMA. The increase in M/F ratio, assessed with the insertion of pre-activation bends, was higher when the bend distribution was partial or completely gingival. The loop presenting the best compromise between force and M/F ratio was the T loop in TMA, with a pre-activation of 40º, in the 1 mm to 4 mm activation interval.
Description: A possibilidade de quantificação e controlo da proporção M/F no bracket são a solução para um movimento dentário previsível e controlado. O presente trabalho teve por objectivo determinar o sistema de forças em (força horizontal, proporção M/F, proporção C/D) de molas com geometria em T e em L, para uma mesma dimensão vertical (7 mm) e distância inter-bracket (13 mm), com cinco diferentes dobras de pré-activação e para duas ligas metálicas (aço inoxidável e TMA) de secção 0.017" x 0.025". Foram submetidas ao ensaio mecânico 200 molas - 10 molas por cada pré-activação (5), liga metálica (2) e geometria (2). A intensidade da força horizontal e do momento foram quantificadas utilizando-se um aparelho OrthoMeasure Moment/force, uma mesa de testes e um comparador digital. Os valores foram registados a cada 0,5 mm de activação, para uma activação inicial de 1 mm e final de 6 mm. Os dados foram analisados estatisticamente utilizando a metodologia ANOVA para um nível de significância de 5%.Os resultados permitiram concluir da existência de diferenças de médias estatisticamente significativas em função da pré-activação em todos os tipos de molas (TMA L e T, aço L eT) ao nível da força e proporção M/F. Em relação à força, as molas em L registaram valores superiores à mola em T e confirmou-se a influência da localização da pré-activação na força. Em relação à proporção M/F as molas T registaram valores superiores às molas em L. Na ausência de pré-activação as molas em TMA registaram valores superiores às molas em aço, com o valor máximo registado, inferior à dimensão vertical da mola. Nas molas sem pré-activação verificou-se um aumento da proporção M/F com o aumento da activação, e um efeito contrário foi aferido nas molas com pré-activação. Na maioria das activações com molas pré-activadas, as de aço apresentaram valores de proporção M/F superiores às de TMA. O aumento da proporção M/F verificado com a inserção de dobras de pré-activação foi superior no caso da distribuição das dobras ser parcial ou totalmente gengival.A mola com melhor compromisso entre a força e a proporção M/F foi a mola T em TMA com pré-activação de 40º, no intervalo de activação entre 1 mm e 4 mm.
Subject: Outras ciências médicas
Other medical sciences
Scientific areas: Ciências médicas e da saúde::Outras ciências médicas
Medical and Health sciences::Other medical sciences
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/56678
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FMDUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
28698.pdf1.85 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons