Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10216/14996
Author(s): José Paiva
Title: ARTE/desENVOLVIMENTO
Issue Date: 2009
Abstract: This thesis is inscribed in the area of painting and is developed toward its affiliation in the wider field of art. It looks into the nature of the arguments an author uses in the search of artistic intervention corresponding to his implication in the social tissue. Although the analysis is displaced to the process prior to the artistic production, this work does not neglect the necessity of instilling into the created objects a pregnancy of meaning that may touch the observer and highlight the meaning conferred by the author.In the emphasis of the meaningfulness inherent in the artistic product - magic result of an accumulated experience and mark of the effort of contamination authors wish to infuse - a link is established with the commitment of many contemporary artists willing to intervene in the precise field of art, in the political dimension that rebels against injustice. The study is centred on the sphere of intimacy of a painter, the author of thesis himself, so that the authorial sense, built in a cooperative involvement with other artists, art teachers and students, cultural authors and development promoters working with communities and populations in distant geographies (Mozambique, Cape Vert, Brazil and Portugal), can be presented more accurately. This geography is due to the interest of creating and embracing lasting relationships with underprivileged communities from developing countries committed in improving their living conditions far from the dominant centres of global market of art. The analysis of the process of the author's identity shaping, made through the account of his inter-relational experience - which clarifies his critical posture regarding the state of the art - provides a view (of western cultural matrix) of the world we live in, on the threshold of the 21st century,in a present that consolidates the history founded in the confines of collective memory; present that searches for new paradigms to overcome the exhaustion of the effort of modernism and colonialism and which enable generalised democracy. This explanation of the author's posture regarding the world of art reveals, in an intimate way, the ideological architecture of his relationship with that field and the way he pursues a lucid and meaningful intervention. The results of the research on four case studies are presented to give consistency, for their exemplarity, to the process of the author's authorial identity shaping. These cases, geographically situating the artistic interventions and the political involvement, highlight the importance of an attentive eye on the external field of art, in order to evaluate the possibilities of communicational relationship beyond the Western world as well as the two-way interferences that can be exerted on the public space and on daily life. By birth and education the author declares that his cultural matrix is western and he is studying the importance of confrontation with other realities and its indispensability to improve the quality of participation in the processes of development.
Description: A tese inscreve-se na área da pintura e decorre no sentido da sua filiação no campo mais alargado das artes plásticas. Investiga a natureza dos argumentos que um autor mobiliza na procura de uma intervenção artística que corresponda à sua implicação no social. Embora deslocando a análise no processo que antecede a produção artística, não se deixa de se inscrever no estudo a necessidade de gravar, nos objectos criados, uma pregnância que se projecte sobre o espectador e que promova o nexo que o autor lhe confere. Neste sublinhar da carga inerente a cada produto artístico - resultado mágico de uma experiência acumulada e marca do esforço de contaminação que se lhe quer imprimir - estabelece-se um vínculo com o empenho de muitos artistas contemporâneos que pretendem intervir no campo preciso da arte, na dimensão política que se insubordina face às injustiças. O estudo centra-se no espaço de intimidade de um artista plástico, com precisão o próprio autor da tese, para com maior precisão se apresentar o sentido autoral construído no envolvimento colaborativo promovido com outros artistas, professores e estudantes de arte, autores culturais e promotores do desenvolvimento junto de comunidades e populações de geografias variadas (Moçambique, Cabo Verde, Brasil e Portugal). Esta geografia decorre do interesse em criar e alojar,em espaços afastados dos centros dominantes do mercado globalizado da arte, relacionamentos duradouros com comunidades pobres de países em desenvolvimento, empenhadas na melhoria das condições de vida. A importância da análise do processo de construção da identidade do autor,efectuada através do relato de um percurso interrelacional que permite configurar a sua postura crítica perante o estado da arte,remete para uma leitura do mundo em que vivemos, realizada a partir da matriz cultural ocidental, situado no limiar do século XXI, num presente que sedimenta a história fundada nos confins da memória colectiva: presente que procura novos paradigmas que superem o esgotamento do esforço do modernismo e do colonialismo e que possibilitem o exercício cívico da democracia, de modo generalizado. Assim, ao clarificar essa postura do autor sobre o mundo da arte, revela-se, num modelo intimista, a arquitectura ideológica do seu relacionamento com esse campo e a forma como persegue uma intervenção artística lúcida e não inócua. Os resultados do trabalho de investigação sobre quatro estudo de casos são apresentados para dar consistência, pela sua exemplaridade, ao processo de construção da identidade autoral do próprio autor da tese. Estes casos, ocorridos e aqui narrados,situando geograficamente as intervenções artísticas e o envolvimento político, permitem esclarecer a importância de um olhar atento para o exterior do campo da arte, no sentido de avaliar as possibilidades de relacionamento comunicacional para além do Ocidente e as interferências partilhadas com as populações que se podem estabelecer sobre o espaço público local e sobre o quotidiano. Por nascimento e formação o autor confessa a sua matriz cultural como localizada no Ocidente e estuda o valor da confrontação com outras realidades e a sua imprescindibilidade para se qualificar a implicação nos processos de desENVOLVIMENTO.
Subject: Artes, Pintura, Outras humanidades
URI: http://hdl.handle.net/10216/14996
Document Type: Trabalho Académico
Rights: openAccess
License: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/
Appears in Collections:FBAUP - Trabalho Académico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
39674.pdf936.36 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons