Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/121907
Author(s): Alice Rangel Teixeira
Title: Social Media and Chatbots use for Chronic Disease Patients Support: Case Study from an Online Community Regarding Therapeutic use of Cannabis
Issue Date: 2019-07-10
Abstract: This study aimed to analyze, from a case study perspective, how patients or caregivers of patients with chronic diseases use online communities to inform themselves, discuss about the use of therapeutic cannabis in a dynamic of production of empirical knowledge from experience of the participants. For this analysis, methods of collecting and analyzing complementary data were used, including survey, direct observation and topic modeling within the case study. Second, a chatbot prototype was built to understand how technology could contribute to overcome the limitations identified in the current dynamics of the communities. For the evaluation of the prototype, a study with users was carried out.
Description: A análise de redes sociais para a saúde é recente e tem como objetivo compreender a efetividade de políticas e práticas de saúde para a população, ajustando-as conforme necessário (Paul & Drezde, 2017). Contudo, apesar do papel central da partilha de informação para o apoio social e emocional, no contexto das redes sociais, ainda são poucos os estudos que procuram analisar a dinâmica de produção e partilha desta informação. Esse estudo procurou analisar como se dá essa dinâmica de produção de conhecimento tendo como caso de estudo as comunidades online de apoio ao tratamento de doenças crônicas com cannabis. O caso escolhido parte da perspectiva que as comunidades de pacientes e cuidadores de pacientes com doenças crônicas têm a produção de conhecimento como objetivo explícito dos agrupamentos, por não haver informação ou atenção ao tratamento satisfatória, no que foi observado como "guerra contra as doenças". O nicho do tratamento com cannabis tem ainda como fatores contribuintes à essas organizações o baixo nível de pesquisas científicas na área, mas com resultados promissores, bem como a proibição no Brasil do plantio e consumo da maconha. A análise qualitativa da dinâmica destes grupos pode fornecer importantes dados para profissionais e investigadores da área de saúde. De acordo com Kreps e Neuhauser (2010), o uso de mensagens personalizadas promove a interação entre utilizadores e sistemas que simulam uma comunicação, apresentando o potencial de unir formas de comunicação interpessoal e massiva. Dentro do contexto das redes sociais, a inteligência artificial possibilita o desenvolvimento de chatbots que podem desempenhar um importante papel como facilitadores no acesso à informação. Baseando-se numa análise detalhada da comunidade seleccionada para caso de estudo, construíu-se um protótipo de chatbot, para ser testado em um estudo com utilizadores, com objetivo de compreender qual contribuição um chatbot pode oferecer à dinâmica atual das comunidades.
Subject: Outras ciências da engenharia e tecnologias
Other engineering and technologies
Scientific areas: Ciências da engenharia e tecnologias::Outras ciências da engenharia e tecnologias
Engineering and technology::Other engineering and technologies
URI: https://hdl.handle.net/10216/121907
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
346390.pdfSocial Media and Chatbots use for Chronic Disease Patients Support: Case Study from an Online Community Regarding Therapeutic use of Cannabis2.93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.