Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/106980
Author(s): A. S. Silva
Maria De Lurdes Dinis
Title: Radão nas águas minerais naturais: O Caso dos estabelecimentos termais Portugueses
Issue Date: 2017-03-03
Description: As águas minerais naturais usadas em tratamentos terapêuticos nos estabelecimentos termais apresentam composições químicas diversificadas, contendo por vezes quantidades significativas de radionuclídeos naturais, como é o caso do radão. O radão encontra-se dissolvido nas águas de circulação subterrânea podendo ser libertado para o ar interior quando estas águas são manuseadas durante os tratamentos realizados nos estabelecimentos termais. A inalação do gás radão vai ser a principal preocupação nestes locais, em particular em espaços confinados ou com ventilação deficiente, sendo o radão reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a principal causa de incidência de cancro do pulmão, com exceção do tabaco (Silva et al., 2015). Nas últimas décadas têm sido publicados documentos legais erecomendações, quer ao nível nacional quer ao nível internacional, no sentido de minimizar a exposição ao radão com origem na água. O objetivo deste estudo foi avaliar a concentração de radão das águas minerais naturais nas captações (furo e nascente) e nos locais de tratamento (buvete, emanatório, técnicas de inaloterapia-ORL, piscina termal e duche vichy) de 17 estabelecimentos termais Portugueses. Foram realizadas 54 colheitas de água mineral natural nas captações e nos locais de tratamento destes establecimentos termais. Os resultados obtidos para a concentração de radão na água variam entre 0.1 e 6949 Bq/L, com uma média geométrica de 175 Bq/L e média aritmética de 842 Bq/L. Verificou-se que 50 % dos resultados obtidos para a concentração de radão na água mineral natural são superiores ao nível de referência preconizado pela UE (100 Bq/L), enquanto 20 % dos resultados excederam o limite de ação (1000 Bq/L). Por outro lado, 26% dos resultados ultrapassam o valor paramétrico previsto no DL 23/2016 (500 Bq/L). Em alguns casos, os elevados valores obtidos na água mineral natural são preocupantes, podendo implicar elevadas concentrações de radão no ar interior e consequentemente a exposição ocupacional ao radão.
URI: https://hdl.handle.net/10216/106980
Source: 11º Seminário sobre Águas Subterrâneas: 11 SAS Livro de Resumos
Document Type: Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUP - Artigo em Livro de Atas de Conferência Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
209789.pdfResumos do 11.º Seminário sobre Águas Subterrâneas7.15 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.