Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/106907
Author(s): João Fernando de Sousa Almeida
Title: Simulation and Management of Environmental Disturbances in Flight Simulator X
Issue Date: 2017-07-18
Abstract: The frequency of natural and man-made climatic disasters has been rising in recent years. In order to comprehend, examine, and even combat these occurrences, various vehicles are utilized on missions: aircraft, ships and automobiles represent the majority. Such vehicles may be manned, remote-controlled, or even fully autonomous; the latter being increasingly common.As to provide a way of simulating cooperative multi-vehicle missions, a platform was developed using Microsoft's Flight Simulator X (FSX) as its core and simulation engine. Despite being centered on a flight simulator, it supports vehicles beyond aircraft.Is it possible to create an environmental disturbances manager, and effectively integrate it within the existing platform? Is it feasible to introduce a generic interface for external disaster simulators into the system?A positive answer for these research questions can be an excellent sign that the Platform was effectively improved, and that it became more suitable for a real world application. A neutral or even negative answer may be undesired, however it may still provide a good insight on what is achievable on a similar architecture, and provide the researcher with the knowledge to apply on improving current or future solutions to similar problems.The Platform includes a control panel, which allows for the specification of each mission; an agent to manage traffic; a vehicle control agent; performance analysis; and the basis for a disturbances management tool. The Platform enables the specification and deployment of a wide variety of missions using multiple vehicle types on various simulations. While still technically in prototype stage, the Platform is currently at a fairly advanced level.The Disturbances Manager is responsible for the simulation of environmental anomalies - which may require the intervention of vehicle teams, or have an impact on unrelated vehicular missions; it communicates with the Platform's Control Panel, FSX, and with the Vehicle Control Agents - as to relay the corresponding sensor readings.The Disturbances Manager, at it's current state, allows for the basic specification of disturbances using a graphical interface; these are stored as XML files for future use; this specification is to be further developed, as to encompass the details of all the disturbances to be considered.Given that the Disturbances Manager is to be fully integrated into a distributed simulation platform, similar architectures are being studied and taken into consideration on how to perform said integration.A fire may be spreading on a mountain range, which needs to be located; a hurricane may occur in the set course for an upcoming flight. The Disturbances Manager aims to facilitate the simulation of such events, among others: some may be simulated directly through FSX, others may surpass the limitations of the Flight Simulator and require implementation through the Platform itself - in which case, the Disturbances Manager communicates with the Vehicle Control Agents as to provide the vehicles in the affected area with the sensor readings corresponding to the disturbance at hand (e.g. an automobile being driven in the vicinity of a burning building will get higher temperature and carbon dioxide readings).The main objective for this dissertation is to develop the disturbances management component of the mentioned platform with the objective of simulating a wide array of disturbances, such as fires, pollution, storms, volcanic eruptions and chemical spills. The simulation of such disturbances will allow the posterior automatic adapting of vehicular missions according to the placement, evolution, and sensor readings related to the disturbances at hand (e.g. to avoid a low-visibility area in a commercial flight or to locate the center of a forest fire, in the case of aerial firefighting).
Description: A frequência de desastres climáticos, tanto naturais como originados pelo Homem, tem vindo a aumentar. De modo a compreender, examinar, e até combater estas ocorrências, vários veículos são utilizados em missões: aeronaves, navios e automóveis representando a maioria. Tais veículos podem conter um condutor humano, podem ser controlados remotamente, ou até ser completamente autónomos; com esta alternativa a tornar-se cada vez mais comum.De modo a providenciar uma forma de simular missões cooperativas multi-veículo, uma plataforma foi desenvolvida utilizando o da Microsoft (FSX) como o correspondente núcleo e motor de simulação. Apesar de ser centrada num simulador de vôo, a plataforma suporta veículos para além de aeronaves.Será possível criar um gestor de distúrbios ambientais, e integrá-lo eficazmente na plataforma existente? É exequível introduzir uma interface genérica para simulações externas de desastres no sistema?Uma resposta positiva para estas questões pode ser um excelente sinal de que a Plataforma foi melhorada eficazmente, e que essa se tornou mais adequada para aplicações no mundo real. Uma resposta neutra ou até negativa pode ser indesejada, no entanto providenciará também uma boa perspectiva sobre o que pode ser alcançado em arquiteturas semelhantes, e fornecer ao investigador conhecimento a ser aplicado no sentido a melhorar soluções atuais ou futuras para problemas semelhantes.A Plataforma inclui um painel de controlo, que permite a especificação de cada missão; um agente para gerir o tráfego; um agente de controlo de veículos; análise de desempenho; e a base para uma plataforma de gestão de distúrbios. A Plataforma permite a especificação e execução de uma abrangente variedade de missões utilizando múltiplos tipos de veículos em várias simulações. Apesar de ainda tecnicamente em fase de protótipo, a Plataforma encontra-se numa fase bastante avançada.O Gestor de Distúrbios é responsável pela simulação de anomalias ambientais - que podem requerer a intervenção de equipas veiculares, ou ter impacto em missões veiculares não relacionadas; este comunica com o Painel de Controlo da Plataforma, com o FSX, e com os Agentes de Controlo de Veículos - de modo a transmitir aos mesmos as leituras dos sensores correspondentes.O Gestor de Distúrbios, no estado atual, permite a especificação básica de distúrbios através de uma interface gráfica; estes são guardados como ficheiros XML para utilização futura; esta especificação será desenvolvida adicionalmente, de modo a englobar os detalhes de todos os distúrbios a ser considerados.Sendo que o Gestor de Distúrbios será integrado numa plataforma de simulação distribuída, arquiteturas semelhantes estão a ser tidas em consideração no que toca a como realizar a integração mencionada.Um incêndio pode estar a propagar-se numa serra, sendo necessário localizá-lo; um furacão pode ocorrer no trajeto planeado para um vôo prestes a descolar. O objetivo do Gestor de Distúrbios é facilitar a simulação de eventos desse tipo: alguns poderão ser simulados directamente através do FSX, outros ultrapassarão as limitações do, requerendo a implementação através da Plataforma em si - neste caso, o Gestor de Distúrbios comunica com os Agentes de Controlo de Veículos de modo a providenciar os veículos na zona afectada com as leituras de sensores correspondentes ao distúrbio em questão (e.g. um automóvel a ser conduzido na vizinhança de um edifício em chamas obterá leituras de temperatura e de dióxido de carbono acima da norma).O objetivo principal desta dissertação é o desenvolvimento do componente de gestão de distúrbios da plataforma mencionada, com o propósito de simular uma vasta gama de distúrbios, tais como incêndios, poluição, tempestades, erupções vulcânicas e derrames químicos. A simulação de tais distúrbios irá permitir a posterior adaptação automática de missões veículares de acordo com a localização, evolução e leituras de sensores relacionadas com as leituras em questão (e.g. para evitar uma área de baixa visibilidade num vôo comercial ou de modo a localizar o centro de um fogo florestal, no caso de combate aéreo a incêndios).
Subject: Engenharia electrotécnica, electrónica e informática
Electrical engineering, Electronic engineering, Information engineering
Scientific areas: Ciências da engenharia e tecnologias::Engenharia electrotécnica, electrónica e informática
Engineering and technology::Electrical engineering, Electronic engineering, Information engineering
TID identifier: 201798905
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/106907
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
208421.pdfSimulation and Management of Environmental Disturbances in Flight Simulator X4.19 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.