Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/10053
Author(s): Oliveira, Armando de Castro
Title: Controlo autonómico cardiovascular em atletas : Influência do destreino e do "stress" ortoestático do treino
Publisher: Universidade do Porto. Reitoria
Issue Date: 2000
Abstract: Realizámos neste trabalho um estudo longitudinal com crianças de 11 anos praticantes de atletismo e de natação (seis em cada grupo, integrámos ainda um grupo de controlo de sedentários de idade compatível) executando manobras de avaliação autonómica em dois períodos distintos de treino (período competitivo e período de transição ou de destreino).Escolhemos a análise espectral da frequência cardíaca e da pressão arterial para estudar o efeito do stress ortoestático do treino e do destreino, sobre o ganho do barorreflexo arterial e sobre a regulação autonómica cardiovascular.Seleccionámos a manobra da respiração forçada em 6 ciclos, para evidenciar a componente vagal da regulação autonómica cardiovascular. Optámos pela manobra de 10 min de tilt passivo positivo de 60º, integrando dois períodos de cinco minutos cada, de repouso em decúbito dorsal, imediatamente antes e após o tilt , por ser uma reconhecida manobra de estimulação simpática e que realizámos com a respiração controlada a 15 ciclos (cf. Puig et al., 1993, Montano et al., 1994).Utilizámos o programa Windaq versão 1.17 para a marcação automática dos picos das ondas R da frequência cardíaca e dos picos da pressão arterial, para a certificação manual, comprovação dos ritmos respiratórios, e para o cálculo dos intervalos RR e dos valores da pressão sistólica. No cálculo dos diversos parâmetros da análise espectral, recorremos ao programa comercial Matlab 4.2 e a software desenvolvido em ambiente Windows cf. Costa et al., (1991); Costa et al., (1996).Optámos pela utilização da estatística não paramétrica, realizando algumas análises estatísticas, essencialmente análise de correlação e de variância, entre outras.As principais conclusões a que chegámos são: Os praticantes de atletismo apresentam diferenças significativas para com os praticantes de natação na regulação autonómica cardiovascular que se caracteriza por;- com o destreino, no repouso em decúbito apresentam variação negativa nos índices D ...
Description: Dissertação de Doutoramento em Ciência do Desporto apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto
URI: http://hdl.handle.net/10216/10053
Document Type: Tese
Rights: openAccess
Appears in Collections:FADEUP - Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3412_TD_01_C.pdfVolume 01 Cores62.24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
3412_TD_01_P.pdfVolume 01 Preto & Branco12.68 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.