Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/86427
Author(s): Lia Fernandes Couto
Title: A participação de pessoas com deficiência na atividade física: Uma perspetiva de seus familiares
Issue Date: 2016-12-06
Abstract: Nowadays, the importance of physical activity in the life of people with disability is recognized by the many benefits that it conveys (Martin, 2013). Even though this recognition exists, the level of participation of people with disability in physical activity is low. There are only a few with access to a program of physical activity, specified and adapted to their necessities. Given the need to change, it is important to know the perspective of the family in this matter, as they have a major role either in the process of decision or in influencing the participation of people with disability in physical activity. The study group was 30 parents and grandparents of people with disability. Semi structured interviews were conductd and later transcribed through a hybrid form, between indexical and unfocused approaches (Gibson & Brown, 2009). Three themes emerged from an inductive thematic analysis (Bryman, 2008): Initial expectations on the participation of people with disability in physical activity; the reality of the participation of people with disability in physical activity; and from reality to the future expectations of the participation of people with disability on physical activity. It was concluded that: parents and grandparents know many benefits of physical activity, in social, psychological and physiological levels; knowledge influences positevely the parents and grandmothers, including their children and grandchildren, with respect to their participation in physical activity; parents and grandmothers also identified the barriers that hinder the participation of their children and grandchildren, namely personal, social, environmental and organizational obstacles. These barriers are many times preventive of their participation in physical activity or in more regular basis. As such, parents and grandmothers consider that sports organizations and clubs of the area should have specialized professionals, a price that is affordable, inclusive environment and the existence of a sufficient number of organizations in many different geographical areas, as encouraging factors to practice a physical activity.
Description: A importância da atividade física (AF) na vida de pessoas com deficiência é, hoje em dia, muito reconhecida, nomeadamente pelos vários benefícios que proporciona (Martin, 2013). Porém, apesar do seu valor, os níveis de participação na prática de AF, em pessoas com deficiência, são baixos. São, por isso, poucas as pessoas com deficiência que têm acesso a uma AF específica e adaptada às suas reais necessidades. Face à necessidade de melhorar este aspeto, importa conhecer a perspetiva dos familiares sobre esta temática, uma vez que estes possuem um papel fundamental na vida das pessoas com deficiência, quer ao nível das tomadas de decisão, quer no modo como influenciam a sua participação na AF. O grupo de estudo foi constituído por 30 pais e avós de pessoas com deficiência. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, posteriormente transcritas, através de uma transcrição híbrida, entre indexical e unfocused (Gibson e Brown, 2009). Emergiram três temas de uma abordagem indutiva (Bryman, 2008): expectativas iniciais sobre a participação de pessoas com deficiência na prática de AF; realidade sobre a participação de pessoas com deficiência na prática de AF; e da realidade às expectativas futuras sobre a participação de pessoas com deficiência na prática de AF. Conclui-se que os pais e avós conhecem vários benefícios decorrentes da prática de AF, nomeadamente ao nível social, psicológico e fisiológico. Esse conhecimento influencia, positivamente, pais e avós a colocar os seus filhos e netos nessa mesma prática. Os pais e avós identificaram igualmente as barreiras que impedem a participação dos filhos e netos em determinadas atividades, nomeadamente ao nível de barreiras pessoais, sociais, ambientais e organizacionais. Estas barreiras são muitas vezes impeditivas da prática de AF ou de maior frequência dessa prática. Por fim, pais e avós consideram fundamental que as organizações da área sejam detentores de profissionais especializados, um custo acessível, um ambiente inclusivo, devendo existir uma oferta capaz de cobrir as várias zonas geográficas.
Subject: Outras ciências sociais
Other social sciences
Scientific areas: Ciências sociais::Outras ciências sociais
Social sciences::Other social sciences
TID identifier: 201365766
URI: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/86427
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FADEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
164842.pdfA participação de pessoas com deficiência na atividade física: Uma perspetiva de seus familiares1.18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.