Utilize este identificador para referenciar este registo: https://hdl.handle.net/10216/137671
Autor(es): Inês Ferraz Sá Correia
Título: Processos de resiliência em estudantes universitários que trabalham: estudo exploratório durante a pandemia COVID-19
Data de publicação: 2021-11-19
Descrição: A conciliação entre os estudos e o trabalho é uma realidade cada vez mais frequente entre a comunidade universitária portuguesa, à medida que o ensino superior se configura como uma opção para um número crescente e com perfil mais diversificado de estudantes. Vários são os motivos desta escolha, entre os quais se destacam as necessidades financeiras, mas também a busca de autonomia, exploração e desenvolvimento, tarefas típicas da fase de desenvolvimento da adultez emergente. Contudo, vários são também os fatores de risco associados a este processo, em particular o risco de exaustão e de declínio do desempenho e motivação académicos, em particular entre estudantes não tradicionais com menos recursos económicos. Torna-se, por isso, pertinente conhecer as experiências e perceções destes/as estudantes que trabalham acerca da resiliência na gestão dos vários papéis desempenhados, em particular durante um período tão atípico em termos académicos, profissionais e pessoais como é a pandemia COVID-19. O presente estudo teve como objetivo o de procurar conhecer os fatores de risco e de proteção, obstáculos e facilitadores que caracterizam a vida destes/as estudantes, pretendendo-se compreender os desafios adicionais especificamente vivenciados como consequência da pandemia COVID-19. A metodologia de investigação adotada foi a abordagem de investigação qualitativa, recorrendo-se à realização de sete entrevistas semiestruturadas a estudantes que trabalham com idades compreendidas entre os 19 e os 25 anos de idade que se encontravam a frequentar diferentes cursos universitários. Da análise de conteúdo, foram identificadas três categorias principais: representações de ser estudante que trabalha/fatores de risco e proteção, balanço de ganhos e perdas e perceção de resiliência e impacto da pandemia covid-19 e recomendações. Os/as participantes identificam a personalidade, as estratégias de coping e o suporte social como as dimensões mais importantes a considerar tanto na proteção, como no risco. De uma forma geral, os resultados evidenciaram que o balanço é bastante positivo e demonstrativo de processos de resiliência, sendo que a pandemia covid-19 até terá permitido uma gestão mais autónoma e eficaz da multiplicidade de papéis. Algumas reflexões dos/as estudantes entrevistados/as permitem identificar algumas recomendações, em particular sob a forma de medidas a tomar pelas instituições académicas no sentido de potenciar a melhor experiência poss�\xADvel aos/às estudantes que trabalham.
Assunto: Psicologia
Psychology
Áreas do conhecimento: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
Identificador TID: 202798348
URI: https://hdl.handle.net/10216/137671
Tipo de Documento: Dissertação
Condições de Acesso: restrictedAccess
Aparece nas coleções:FPCEUP - Dissertação

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
514496.pdfProcessos de resiliência em estudantes universitários que trabalham: estudo exploratório durante a pandemia COVID-19572.35 kBAdobe PDFVer/Abrir
514496.1.pdf
  Restricted Access
Parecer do Orientador588.31 kBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.