Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/137356
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCunha, Luís Filipe
dc.date.accessioned2022-09-10T01:04:34Z-
dc.date.available2022-09-10T01:04:34Z-
dc.date.issued2019
dc.identifier.issn1646-6195
dc.identifier.othersigarra:512151
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/137356-
dc.descriptionNo presente artigo procuro descrever algumas das propriedades semânticas que caracterizam o Futuro Simples em Português Europeu. Tomando como ponto de partida um conjunto de exemplos retirados do corpus CETEMPúblico, defendo a ideia de que o Futuro Simples veicula importante informação de cariz modal, em particular em contextos em que se assume a presença de uma oração condicional implícita, em que o conhecimento partilhado pelos participantes na conversação desempenha um papel relevante ou em que ocorrem leituras conjeturais ou hipotéticas que favorecem uma relação de sobreposição ao momento da enunciação. No entanto, como procuro demonstrar, a informação de natureza temporal é igualmente relevante para a caracterização semântica desta forma verbal, na medida em que o Futuro Simples se revela perfeitamente compatível com contextos que exprimem certeza, factos previsíveis e a localização precisa de situações futuras. Para além disso, observo que fatores aspetuais parecem impor importantes restrições a alguns dos valores modais considerados. No sentido de acomodar a sua natureza complexa, advogo em favor de uma análise para o Futuro Simples que envolva simultaneamente as suas dimensões temporais e modais interagindo dinamicamente entre si.
dc.description.abstractIn this paper I discuss some semantic properties that characterise the Futuro Simples (Simple Future) in European Portuguese. Departing from examples gathered in the CETEMPúblico corpus, I claim that the Futuro Simples conveys an important range of modal meanings, particularly noticeable in contexts where a covert conditional sentence is assumed, where shared knowledge plays a particular role or where a hypothetical or conjectural reading, overlapping with the speech time, is carried out. Nevertheless, as I demonstrate, temporal information constitutes also a central feature in the semantics of this verbal form, since the Futuro Simples is perfectly compatible with contexts expressing certainty, predictable facts and accurate located future situations. Moreover, aspectual factors seem to restrict some modal interpretations ascribed to the structure under analysis. In view of its two-dimensional nature, I claim that the best analysis for the semantics of the Futuro Simples must involve temporal and modal features interacting dynamically.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.subjectLinguística
dc.subjectLinguistics
dc.titleO futuro simples em Português Europeu: entre a temporalidade e a modalidade
dc.typeArtigo em Revista Científica Nacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Letras
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Nacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
512151.pdf162.4 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.