Utilize este identificador para referenciar este registo: https://hdl.handle.net/10216/131397
Autor(es): Ana de Pinho Rodrigues
Título: Influence of family communication in the adjustment to genetic cancer risk: a review of reviews
Data de publicação: 2020-12-03
Descrição: O cancro hereditário é um fenómeno com implicações familiares a vários níveis, incluindo a nível psicológico. Várias revisões sintetizaram diferentes estudos relacionados com aspetos comunicacionais dentro da família, relativamente ao risco de cancro genético, estando as provas atualmente dispersas. Consideramos necessário um resumo estruturado das revisões, para encontrar pontos comuns e temas partilhados. Assim, esta revisão de revisões sistemáticas pretende sintetizar o conhecimento existente sobre a influência da comunicação intrafamiliar no ajustamento psicológico e nos comportamentos de prevenção de cancro hereditário por parte de portadores de variantes patogénicas que aumentam o risco de cancro. Tem como objetivo a resposta às questões: 1) Qual a influência da comunicação intrafamiliar no ajustamento psicológico e no comportamento de prevenção do cancro hereditário? 2) Quais são os tipos de comunicação intrafamiliar existentes? Entre quem? 3) Quais são os facilitadores e moderadores da comunicação familiar? Foi realizada uma pesquisa intensiva de revisões sistemáticas da literatura contendo estudos sobre o impacto da comunicação familiar no teste e aconselhamento genético para o cancro hereditário publicados entre 2000 e 2020 nas bases de dados da EBSCO, PubMed, SCOPUS, Medline, google académico e centre for reviews and dissemination (CRD). Após um processo de triagem sistemática, foram incluídas 8 revisões finais categorizadas em três grupos dentro da comunicação familiar: a) Emoções e perceções; b) revelação e partilha; c) barreiras e facilitadores. O tema mais abordado foi influência da comunicação familiar no ajustamento psicológico em geral, seguido da comunicação entre pais e filhos e da experiência de jovens adultos com a informação genética. Conclui-se que a Comunicação familiar sobre a informação do risco genético de cancro tem um impacto significativo no ajustamento psicológico. Diferentes emoções podem surgir da revelação desta informação, sendo que a maioria dos indivíduos prefere saber a sua condição para que possa procurar, gerir, prevenir e tomar decisões.
Assunto: Psicologia
Psychology
Áreas do conhecimento: Ciências sociais::Psicologia
Social sciences::Psychology
Identificador TID: 202629104
URI: https://hdl.handle.net/10216/131397
Tipo de Documento: Dissertação
Condições de Acesso: openAccess
Aparece nas coleções:FPCEUP - Dissertação

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
435327.pdfInfluence of family communication in the adjustment to genetic cancer risk: a review of reviews716.35 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.