Utilize este identificador para referenciar este registo: https://hdl.handle.net/10216/13039
Autor(es): Coelho, Maria Luísa de Sousa
Título: O doméstico na poesia de Emily Dickinson : entre a tradição e a inovação
Editor: Porto : [Edição do Autor]
Data de publicação: 2001
Resumo: Pretende-se analisar a forma como Emily Dickinson reagiu a uma ideologia da domesticidade e a um mundo doméstico e como as trabalhou na sua poesia. Marcado pela importância que a esfera do doméstico adquiriu na sociedade americana do século XIX, Dickinson teve uma existência indissociável do lar onde viveu, sendo evidente a forma ambivalente como o poeta perspectivou contextos e tarefas domésticas. Esta mesma ambivalência pode ser observada no cânone dickinsoniano, o que comprova uma coexistência de perspectivas tradicionais e inovadoras relativamente ao aproveitamento literário de uma imagética doméstica. De facto, a partir das imagens da casa e de dona-de-casa, de costura e da aranha, entre outras, Dickinson explora de forma indirecta e pessoal temas inovadores e subversivas, sem perder o contacto com uma tradição literária dominante na época.
URI: http://hdl.handle.net/10216/13039
Ligação ao Catálogo: http://aleph.letras.up.pt/F?func=find-b&find_code=SYS&request=000119027
Tipo de Documento: Dissertação
Condições de Acesso: openAccess
Aparece nas coleções:FLUP - Dissertação

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
4911TM01PLUISACOELHO000069365.pdf11.8 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.