Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/126122
Author(s): Ana Jacinta Vieira Reis
Title: Bairro do Aleixo: processos de uma distopia
Issue Date: 2019-07-29
Abstract: The present dissertation seeks to understand the role of architecture as a tool to help solving problems associated with territories of social nature.Serving, thus, as a case study, Bairro do Aleixo: a place of memories and collective participation, once inhabited and dwelled, which currently assists its gradual disoccupation. This neighborhood finds itself in a moment of impasse - what was initially a complex of social housing composed by five towers, is now constituted by three - however, its end has been for a long time delineated. Analyzing the metamorphosis that the towers have gone through, and their collective adjacent spaces, it is possible to understand the contexts that led to the neighborhood's current state, known for its marginal components that connotes it as a ghetto. Taking the drug traffic as a premise, the authorities managed to create a narrative that supports the eviction of the poorest and, consequently, the real estate value of the site.Attempting to counter the cruel processes of demolition not only of buildings, but also of homes, places of affective bonds, of memories and relationships developed over decades of survival, it s proposed a strategy that intends to rescue the neighborhood from this social segregation at which it is submitted and, consequently, returning it to the city using participative methods that contribute to its revitalization.This work seeks to understand and present tools that architecture can provide to serve the almost forgotten need to structure community, planning regenerating solutions for a spatial organization that is more inclusive.To the human spatial necessities, architects have the ability to provide other spatialities that individuals don't realize they need, and that carry in them the foundation for a felt life of daily experiences, elevated to forms of safety, comfort, adaptation and creativity.Starting from a historical analysis, the problems of social, urban and architectonic matter brought up by the case study will be explored. From there, a set of proposals will be presented, that intend to create a positive impact in all the city, offering it a reconfigured neighborhood, that could be safe and permeable, and serve many social layers and age groups, providing structures that include broader programs and equipment for all their citizens. It is believed that it is not only dependent on architecture to find a solution for such complex social issues as in the case of Aleixo, although defending that it can contribute for its attenuation.This work is, therefore, an exercise of architecture project that pretends to work towards the improvement of a social neighborhood in the margin of the city of Porto, offering it a collective purpose in an attempt to reintegrated it in the dynamics of the city.
Description: A presente dissertação parte de uma vontade de repensar o papel da arquitectura na sociedade actual, cada vez mais enquadrada em situações em que é necessária a sua intervenção em territórios de natureza social.O Bairro do Aleixo, lugar de memórias e de participação colectiva, outrora mais habitado e consequentemente vivido, assiste actualmente à sua gradual desocupação. Este caso de estudo encontra-se num momento de impasse - o que inicialmente seria um conjunto habitacional composto por cinco torres, é agora formado apenas por três - porém o seu fim já se encontra há muito tempo delineado. Analisando a metamorfose pela qual passaram as torres habitacionais e seus espaços colectivos adjacentes, compreendem-se os contextos que conduziram o Bairro ao seu estado actual, conhecido pelos comportamentos marginais que lhe dão a conotação de guetto. Utilizando o problema do narcotráfico como premissa, as autoridades políticas conseguiram criar uma narrativa de suporte ao desalojamento dos mais pobres e, consequentemente, à valorização imobiliária do terreno.Na tentativa de contrariar os processos cruéis de demolição não apenas de edifícios, mas também de lares, lugares de laços afectivos, de memórias e de relações desenvolvidas durante décadas de (sobre)vivência, é proposta uma estratégia que pretende resgatar o Bairro desta segregação social a que está submetido e, consequentemente, devolvê-lo à cidade a partir de formas participativas que visam a sua revitalização.Pretende-se entender e apresentar os meios que a arquitectura dispõe para servir a construção quase esquecida da comunidade. Planear soluções regeneradoras para uma organização do espaço mais inclusiva.Às necessidades humanas espaciais, nós arquitectos podemos acrescer outros espaços que o Homem não sabe que precisa e que carregam em si o alicerce para uma vida mais sentida, experiências do dia-a-dia elevadas a formas mais seguras, confortáveis, adaptáveis e criativas.Partindo de uma análise histórica, exploraram-se os problemas sociais, urbanos e arquitectónicos que o caso de estudo levanta. A partir daí, várias propostas surgiram com a intenção de não só regenerar a vida do Bairro, mas também provocar um impacto positivo em toda a cidade, oferecendo-lhe um Bairro reconfigurado, seguro e permeável, que sirva todas as camadas sociais e etárias e que disponha de estruturas que incluam programas e equipamentos mais abrangentes para todos os seus cidadãos. Acredita-se que não cabe à arquitectura resolver problemas sociais tão complexos como os do Aleixo, apesar de se defender que é possível atenuá-los.Este trabalho é, então, um exercício de projecto que procura dinamizar um bairro social posto à margem da cidade do Porto, ao oferecer um propósito colectivo na tentativa de reintegrá-lo nas dinâmicas da cidade.
Subject: Artes
Arts
Scientific areas: Humanidades::Artes
Humanities::Arts
URI: https://hdl.handle.net/10216/126122
Document Type: Dissertação
Rights: openAccess
Appears in Collections:FAUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
384386.pdfBairro do Aleixo: processos de uma distopia100.08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.