Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/124999
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGuerra, Paula
dc.creatorBrandão, Marcílio Dantas
dc.creatorSarrouy, Alix Didier
dc.date.accessioned2020-01-03T00:12:23Z-
dc.date.available2020-01-03T00:12:23Z-
dc.date.issued2019
dc.identifier.issn1415-000X
dc.identifier.othersigarra:372326
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/124999-
dc.descriptionTendo por base uma perspectiva crítica em relação às origens e funções da música, orecentrar do debate na interação entre os produtos musicais e os atores sociais tem vindoa ser explorado pela sociologia. Neste artigo, relevamos o posicionamento de AntoineHennion, que defende que o ato de interpretação musical e o significado da música sãoinseparáveis do consumo de textos pelos públicos; trata-se, então, de dar ênfaseinterpretativa a um processo que é também subjetivo, onde os públicos surgem comoagentes reflexivos e criativos. Esta linha de abordagem defendida por Hennion vai sersustentada numa entrevista que o próprio autor concedeu no passado ano de 2015 quandoda sua visita a Portugal, em atividades junto à Universidade do Porto. Retomamos estaentrevista como ponto de partida para este texto que busca apresentar uma síntese dascontribuições do autor à compreensão da importância dos amadores e da mediação noprocesso musical.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccess
dc.subjectCiências Sociais
dc.subjectSocial sciences
dc.titleAntoine Hennion: música, mediação e amadores
dc.typeArtigo em Revista Científica Internacional
dc.contributor.uportoFaculdade de Letras
Appears in Collections:FLUP - Artigo em Revista Científica Internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
372326.pdf656.03 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.