Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/123813
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBeatriz Rocha Melo
dc.date.accessioned2020-05-27T23:12:53Z-
dc.date.available2020-05-27T23:12:53Z-
dc.date.issued2019-11-13
dc.date.submitted2019-11-15
dc.identifier.othersigarra:364873
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/123813-
dc.descriptionRealizada no âmbito do Mestrado em Ciências da Educação, domínio Educação,Comunidade e Mudança Social, a presente dissertação visa contribuir para os estudos quese têm dedicado a compreender as relações entre as famílias e as instituiçõessocioeducativas para a educação de infância.No diálogo com as Ciências da Educação e os Estudos da Infância é repensada aimportância de dois dos principais contextos em ocorre o desenvolvimento humano dainfância nas sociedades atuais, o Jardim de Infância e a(s) família(s), e consideradas nãoapenas as perspectivas dos seus representantes habituais, pais (mães e pais) ouencarregadas(os) de educação, mas igualmente o que as crianças têm a dizer acercadaquelas relações. A pesquisa qualitativa, realizada ao longo de 4 meses com um grupode crianças da sala de um JI público na área metropolitana do Porto, mobilizou aobservação participante de interações entre a educadora, as crianças e suas famílias,entrevistas e conversas informais com a educadora e as crianças e, ainda, entrevistas aquatro encarregados de educação.A análise permite afirmar que i) todos os atores sublinham a importância da açãoda educadora no dia a dia, vista como chave para estreitar as relações com as famílias eassegurar o bem estar das crianças; ii) as famílias mostram interesse e participam no JI,fazendo com que as crianças percebam aquelas relações como extensões familiares masestreitamente ligadas a certas rotinas do JI; iii) no brincar das crianças no JI as suasreinterpretações de cenas da família são acolhidas e as suas conversas expandidas.Disponibilidade, abertura à expressão de afetos e subjetividades infantis, e ao diálogo epresença parentais, constituem aspetos relevantes das práticas educativas observadas,geradoras de sentimentos de segurança, reconhecimento e respeito. A valorização pessoale pedagógica das experiências vivenciadas pelas crianças fora do JI nas/com as suasfamílias, permitiram informar boas práticas em que famílias e educadores convergiram ecooperaram na união dos seus esforços educativos em prol das crianças.
dc.language.isopor
dc.rightsrestrictedAccess
dc.subjectCiências da educação
dc.subjectEducational sciences
dc.titleRelações jardim de infância-famílias na perspectiva dos atores envolvidos: crianças, pais e educadora
dc.typeDissertação
dc.contributor.uportoFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
dc.identifier.tid202303497
dc.subject.fosCiências sociais::Ciências da educação
dc.subject.fosSocial sciences::Educational sciences
thesis.degree.disciplineMestrado em Ciências da Educação
thesis.degree.grantorFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level1
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
364873.pdf
  Restricted Access
Relações jardim de infância-famílias na perspectiva dos atores envolvidos: crianças, pais e educadora987.8 kBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.