Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10216/104932
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCatarina Raquel Ribeiro da Costa
dc.date.accessioned2019-06-28T07:05:19Z-
dc.date.available2019-06-28T07:05:19Z-
dc.date.issued2017-06-26
dc.date.submitted2017-06-28
dc.identifier.othersigarra:197471
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10216/104932-
dc.descriptionA presente dissertação surge da necessidade de colmatar a falta de ferramentas paraos profissionais que realizam aconselhamento genético avaliarem a qualidade da sua prática.Estima-se que através da melhoria da prática se consiga alcançar uma melhoria dos cuidadosde saúde em genética e uma maior satisfação por parte dos consultandos.Este estudo apresenta a construção e a validação de uma escala de avaliação daqualidade da prática do aconselhamento genético, destinada a profissionais portugueses.Pretende-se que esta ferramenta, pioneira do seu tipo em Portugal, forneça dados para aidentificação de necessidades dos profissionais e dos serviços de genética e,consequentemente, facilite a elaboração de programas de intervenção que visem suprir essasnecessidades.Esta investigação iniciou-se pela revisão da literatura e identificação das principaisdimensões que integram o processo do aconselhamento genético e os fatores que têm sidoidentificados como possíveis efeitos do mesmo. De seguida, procedeu-se à elaboração dositens e à sua organização mediante as dimensões teóricas do Modelo do EnvolvimentoRecíproco. Após um pré-teste com 5 peritos da área e os necessários ajustamentos da escala,alcançou-se a versão que foi proposta para validação a uma amostra de 30 participantes (52%do total da população), que responderam a 81 cópias da escala. Os resultados obtidospermitiram a validação preliminar da escala, através do estudo das propriedadespsicométricas como a sensibilidade, a consistência interna, a análise das componentesprincipais e as correlações. Com base nestes critérios estatísticos selecionaram-se osmelhores itens, ficando a versão final da escala constituída por 50 itens.A versão reduzida da escala, além das variáveis sociodemográficas, compreende ascinco dimensões e doze subdimensões. No final deste trabalho de dissertação sãoreconhecidas as contribuições bem como limitações do estudo, sendo ainda sugeridostrabalhos posteriores no sentido de melhorar a aplicabilidade e utilidade da escala.
dc.language.isopor
dc.rightsrestrictedAccess
dc.subjectPsicologia
dc.subjectPsychology
dc.titleInstrumento português para avaliação da qualidade da prática do aconselhamento genético: a contribuição dos profissionais dos serviços de genética nacionais
dc.typeDissertação
dc.contributor.uportoFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
dc.identifier.tid201712601
dc.subject.fosCiências sociais::Psicologia
dc.subject.fosSocial sciences::Psychology
thesis.degree.disciplineMestrado Integrado em Psicologia
thesis.degree.grantorFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
thesis.degree.grantorUniversidade do Porto
thesis.degree.level1
Appears in Collections:FPCEUP - Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
197471.pdf
  Restricted Access
Instrumento português para avaliação da qualidade da prática do aconselhamento genético: a contribuição dos profissionais dos serviços de genética nacionais1.35 MBAdobe PDF    Request a copy from the Author(s)


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.